Web Marketing nos dias de hoje

Ensino

autor

Luís Monteiro EPB

contactarnum. de artigos 1

A internet veio mudar a forma como nos relacionamos uns com os outros, com as empresas e organizações e sobretudo acelerou imenso a velocidade a que nos chega a informação.
Por vezes nem pensamos muito nisso, mas a verdade é que temos uma presença online que desconhecemos. Seja por termos uma conta de email, por trocarmos mensagens em novas plataformas, por estarmos presentes numa série de redes sociais, ou simplesmente por navegarmos pela internet. Ao estarmos em qualquer destas plataformas, divulgamos (por vezes sem termos noção) os nossos dados pessoais, os nossos gostos e preferências e também conteúdo da nossa vida pessoal e da nossa família e amigos.

Por todos estes motivos, as empresas optam cada vez mais por investir no Marketing online. Além de ser mais fácil direcionar a comunicação para um target específico (sexo, idade e localização, preferências…), tem outras grandes vantagens - o facto de ser possível lançar uma campanha em minutos e de conseguirmos acompanhar o retorno quase em tempo real. Já lá vai o tempo em que empresas e instituições apenas investiam em publicações, outdoors e folhetos na caixa de correio. São meios ainda a ter em conta, mas com um peso muito menor nos dias de hoje.

Os recursos são cada vez mais escassos e só recorrendo ao marketing digital conseguimos esses resultados. Por exemplo, se uma empresa de comunicações quer vender um novo tarifário aos jovens com menos de 20 anos, vai focar as suas campanhas em plataformas como o Facebook, o Instagram, Blogs de figuras publicas ou mesmo sites de referência para este target.
O mesmo acontece quando um determinado Banco quer promover uma conta bancária direcionada para as mulheres com menos de 30 anos. São usadas as mesmas técnicas e os resultados são acompanhados quase em tempo real, permitindo aos gestores realizar os ajustes necessários para que os resultados sejam maximizados diariamente.

O mesmo acontece quando pesquisamos determinado hotel ou produto numa das principais plataformas de reserva de hotéis ou compra de produtos online. Provavelmente já aconteceu irmos posteriormente ao Facebook e estar lá um anúncio dos hotéis que analisamos, ou então recebermos nos dias seguintes à pesquisa um email a relembrar os produtos que vimos e outros semelhantes que nos podem interessar. Faz tudo parte de seguir os passos do cliente através do remarketing e desta forma reativar a compra ou mesmo a compra de mais produtos.
Voltando à questão das redes sociais, importa realçar que não é necessário duvidar de tudo e de todos, mas sobretudo estar atento e conhecer a realidade.

Os jovens estão presentes em várias redes sociais cada vez mais cedo e conhecem como ninguém todas as funcionalidades. Podemos dizer que eles sabem o que se passa à volta deles pelas fotos e posts que são partilhados pelos amigos e ídolos que seguem. Mas a verdade é que esta presença tão intensa e regular possibilita às marcas colocar os seus produtos e serviços à frente dos seus olhos como nunca antes foi possível.

Por exemplo, se eu estiver para abrir uma loja de artigos de desporto em Coimbra, consigo perfeitamente lançar uma campanha especial pela altura do Natal em artigos de determinada marca para a população local com menos de 20 anos. Isto permite-me segmentar as minhas campanhas para o target que mais provavelmente irá comprar as sapatilhas da moda.
Aqui também me é possível segmentar pela rede de amigos dos seguidores da minha página de Facebook. Cada vez mais agimos por impulso e por referência aos que nos são mais próximos, sendo os amigos e conhecidos modelos a seguir. E a verdade é que também conseguimos chegar a estes públicos, lançando campanhas não só para os nossos seguidores como também aos amigos destes - podendo chegar ao ponto de definir até a quantos quilómetros de distância do meu negócio quero apresentar os meus anúncios.

Hoje em dia com algum investimento, pequenas e grandes empresas conseguem fazer chegar as suas marcas, serviços e produtos a um mercado cada vez maior, mas ao mesmo tempo mais atento e exigente. Cabe às marcas identificar muito bem o seu target e elaborar campanhas bem desenhadas e que sejam relevantes ao público.
Não basta fazer, importa sim fazer melhor que a concorrência e é aqui que o conteúdo se torna cada vez mais relevante - seja o texto, a foto ou o vídeo - pois só desta forma as empresas conseguem marcar pela diferença, inovação e criatividade.

Os próximos anos apresentam desafios enormes para os gestores de marketing, não só pela dificuldade em acompanhar a evolução tecnológica, mas sobretudo em conhecer os seus públicos-alvo. Como em tudo, só os mais atentos e criativos se vão destacar num mercado cada vez mais competitivo e agressivo.

Todo este meu arrazoado em torno do web marketing, matéria a explorar em alguns cursos profissionais da Escola Profissional de Braga, que possibilita o exercício de competências no domínio da comunicação, imagem e marketing, não se pode desligar de outras dimensões da formação, que se pretende integral. Se por um lado se pretende, como profissional, que detenha o domínio das novas tecnologias e da sua utilização num mundo digital, certo é que à força persistente e de captação do web Marketing, as instituições educativas têm de responder com a formação de uma pessoa e de um cidadão equilibrado, prudente, racional que resista às tentações de uma Sociedade de Consumo.
É que há muita mais felicidade - mesmo muita- para além do peso do TER… sobretudo a da leve e profunda autenticidade do SER.

vote este artigo

 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos desta categoria - Ensino

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia