Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +

Agricultura biológica na nossa região

Eleições legislativas: programas e programas

Escreve quem sabe

2011-11-22 às 06h00

Ana Cristina Costa Ana Cristina Costa

Agricultura biológica (AB) é um sistema de produção agrícola (vegetal e animal) que produz alimentos de qualidade superior, recorrendo a técnicas que garantem a sua sustentabilidade, preservação do solo e do meio ambiente, sendo interdito o recurso a produtos químicos de síntese e adubos facilmente solúveis, privilegia a utilização dos recursos locais (sementes, variedades regionais) e promove a biodiversidade.

A AB privilegia um uso sustentado dos recursos e a sua prática está regulamentada, basicamente, pelo Regulamento (CEE) nº 834/2007 do Conselho de 28.Junho 2007 relativo à produção biológica e à sua rotulagem. Este regulamento procura uniformizar o modo de produção biológico (MPB) na EU e constitui, desta forma, um conjunto de normas que orientam o agricultor.

O sector da AB tem tido um crescimento sustentado na União Europeia, aliado à maior consciencialização e informação sobre a qualidade e segurança dos alimentos bem como à necessária preservação ambiental dos recursos.

Portugal ocupa um lugar discreto nas estatísticas como produtor, ficando muito atrás de países como Espanha, Itália, Alemanha e Reino Unido. Mas, é de facto em países como o nosso que o futuro da AB pode ser mais risonho pois existe muito solo em pousio que poderá ser facilmente convertido e as condições edafoclimáticas são excelentes para a produção biológica no nosso país de produtos hortofruticolas, azeite, vinho, carne e cereais.

Neste momento a nível nacional, segundo as últimas estatísticas do INE o Modo de Produção Biológico representa 3% da SAU (Superfície Agrícola Útil) e 0,4% das explorações recenseadas. Para que uma dada área agrícola seja certificada é necessário que haja um período de conversão, variá-vel com o tipo de cultura. As explorações em conversão em 2009 ocupavam cerca de 8% do total da área em AB. Na região do Entre Douro e Minho estão certificados cerca de 78 produtores.

A Minhorigem (Associação Agro-ecológica do Minho) tem por objectivo a promoção da agricultura biológica e dos produtos endógenos característicos do Minho. Por isso, uma das iniciativas que organizou com um grupo de associados é o Mercado de Produtos Biológicos no Mercado Cultural do Carandá, com a ajuda e parceria da Câmara Municipal de Braga.

Este mercado tem por finalidade a divulgação dos produtos biológicos, a sensibilização dos consumidores para os benefícios, ao nível da saúde, do consumo de produtos de época e biológicos, e a promoção dos produtos de cada um dos produtores que estão expostos. Este mercado começou no dia 30 de Abril e repete-se todos os sábados de manhã entre as 9h e o 12h e conta com a venda semanal de legumes, frutas, compotas, chás, plantas aromáticas e medicinais, ovos, frangos de raças autóctones, entre outras surpresas.

No próximo sábado, a Minhorigem prepara um SHOW COOK para os visitantes do Mercado, com início às 10h e término pelas 13h. Serão pratos confeccionados com produtos biológicos dos produtores lá expostos, por um Chef de cozinha com vasta experiência neste tipo de confecções biológicas. O custo é simbólico: 2,5€.

Esta iniciativa surge no âmbito da comemoração da VI Semana Bio, a nível nacional, promovida pela Interbio (Associação Interprofissional para a Agricultura Biológica) cujo objectivo é o debate, a sensibilização, a divulgação e a informação aos consumidores sobre os benefícios da agricultura biológica ao nível da saúde, da preservação e valorização ambiental, da manutenção da vitalidade dos meios rurais e da profissionalização do sector.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

17 Setembro 2019

Deixar a semente germinar

16 Setembro 2019

Quem espera, desespera

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.