Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +

Água - no poupar é que está o ganho!

Igreja do Bom Jesus faz hoje anos

Escreve quem sabe

2010-03-19 às 06h00

Ana Cristina Costa Ana Cristina Costa

Diariamente fazemos uso do nosso bem mais precioso, a água. Este ouro do séc. XXI é frequentemente desperdiçado em actividades quotidianas. No entanto, é possível introduzir pequenas alterações nos nossos hábitos que permitam uma maior poupança de água e se traduzam num enorme ganho para todos.

Um ponto importante é o que diz respeito aos banhos diários, onde gastámos cerca de 40% da nossa factura da água. Cuidados simples como fechar a torneira do chuveiro enquanto nos ensaboámos, tomar duches rápidos ou usar chuveiros com um caudal mais reduzido fariam a diferença.

Outra actividade é a da lavagem da roupa, através da máquina, mais económica, ou à mão, não só mais dispendiosa como mais demorada. A solução mais ecológica é mesmo usar a máquina de lavar roupa com a carga máxima, de acordo com as instruções do fabricante, para que sobre ainda espaço para 1 punho fechado no topo da máquina. Assim a eficácia energética e a poupança de água estão garantidas.

A lavagem da louça é uma actividade onde devemos e podemos poupar. Primeiro nunca lavar a louça com água corrente e sempre que possível usar a máquina, pois esta oferece uma maior poupança de água (cerca de 5 vezes menos) e portanto menor encargo. Quando se opta por lavar a loiça à mão, deve tapar-se sempre o ralo do lava-loiça, para com essa água lavar toda a loiça, passando depois por água limpa. Deve também usar-se o mínimo de detergente possível para evitar maior consumo de água e evitar contaminá-la.

Quando decidimos lavar o carro em nossas casas, apesar dessa práticas levar à contaminação do solo e das águas subterrâneas e superficiais, devemos usar um balde e uma esponja, em vez da tradicional mangueira, cujos gastos rondam os 500 litros de água. Também pode optar pelos postos de lavagens automáticas onde o consumo de água desce para cerca de 25 a 40 litros e a água da lavagem é tratada, antes de ser rejeitada.

É importante ter em atenção que uma torneira mal fechada pode gotejar cerca de 25 litros de água ao longo de um dia. Desse modo, devemos evitar deixar as torneiras abertas, tentar reduzir o caudal e quando lavamos os dentes ou desfazemos a barba fechar as mesmas.

Nos autoclismos, de preferência, optar pelos que possuem dupla descarga ou colocar uma garrafa de água de litro, cheia de areia, dentro do reservatório, para diminuir o consumo de água.

Por outro lado, a utilização do desumidificador, sendo um aparelho que gasta muita energia, deve ser cuidadosamente regulada. Numa divisão isolada, portas e janelas fechadas e apenas pouco tempo. No final usar a água captada pelo aparelho para outras utilizações como a rega, ou descarga da sanita, por exemplo.

Outras indicações não menos importantes passam pela recolha da água do duche enquanto se aguarda que aqueça, ou o aproveitamento da água das chuvas instalando um sistema de recolha a um reservatório no exterior. Ao limpar o exterior de sua casa prefira varrer em vez de lavar com água à pressão, para minimizar o gasto

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

22 Outubro 2019

Mitos na doença mental

22 Outubro 2019

Voltar ao início

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.