Correio do Minho

Braga,

- +

Alimentar aves - conclusão

O amor nos tempos da cibernética

Escreve quem sabe

2015-01-17 às 06h00

Ana Cristina Costa Ana Cristina Costa

Alimentos vivos e outros alimentos à base de insetos.
Os vermes são apreciados por piscos-de-peito-ruivo e chapins-azuis, e podem atrair outras aves que se alimentam de insectos, como alvéola-branca. São um alimento natural que pode ser utilizado todo o ano. Pode ser muito caro e muitas pessoas preferem produzi-las. É muito importante que todas as larvas sejam frescas. Se mortas ou descoloridas não devem ser utilizadas, pois podem causar problemas como a intoxicação por salmonela.

Gordura de cozinha
O problema com a gordura cozinhada de grelhadores e pratos é que os sucos da carne se misturaram com a gordura e, quando endurecem, essas manchas não são boas para as penas dos pássaros pois são um terreno fértil para bactérias. Os níveis de sal dependem de que carne resultam e se algum sal foi adicionado. Banha e sebo bovino são apropriados pois solidificam após o aquecimento e como eles são pura gordura, não são tão adequado para bactérias.

Margarinas e óleos vegetais polinsaturados
Estes são inadequados para as aves pois, ao contrário dos humanos, as aves precisam de altos níveis de gordura saturada, como sebo e banha de porco crua. Elas precisam do alto teor de energia para se aquecerem no pior tempo do Inverno, uma vez que as suas reservas corporais são rapidamente consumidos, principalmente nas noites frias.

Alimentos para cães e gatos
Comida enlatada à base de carne para cão e gato pode ser um substituto aceitável de minhocas durante a parte quente e seca do Verão, quando os vermes não estão ao alcance das aves. O melro-preto facilmente leva comida de cão e alimenta os seus filhotes.
Os biscoitos secos não são recomendados como alimento para aves pois estas podem engasgar-se com eles. Embebido o biscoito de cão é excelente, exceto em climas quentes pois seca rapidamente. Alimentos como esses podem atrair pássaros maiores, como pegas e gaivotas, e também gatos da vizinhança. Se este é susceptível de ser um problema, é melhor evitar.

Leite e coco
Nunca dê leite a qualquer ave. O aparelho digestivo das aves não foi projetado para digerir o leite e pode resultar em sérios problemas de saúde, ou até mesmo a morte. As aves podem, no entanto, digerir produtos lácteos fermentados, como queijo. Queijo ralado leve pode ser uma boa maneira de atrair piscos, carriças e ferreirinhas-comuns.
Dê apenas coco fresco, na casca. Enxaguar de forma a retirar eventuais vestígios da água de coco, após partir o coco ao meio e antes de o pendurar virado para fora, para evitar o mofo. Coco seco nunca deve ser usado pois pode inchar depois de deglutido e causar a morte da ave.

Arroz e outros cereais
Arroz cozido, castanho ou branco (sem adição de sal) é benéfico e prontamente aceite por todas as espécies durante o rigoroso Inverno. Arroz cru pode ser comido por aves como pombos e faisões, mas é menos provável que atraia outras espécies.
Papas de aveia nunca devem ser cozidas, uma vez que isso as torna glutinosas e poderiam endurecer em torno do bico de uma ave. As não cozidas são facilmente consumidas por um número elevado de espécies de aves.
Quaisquer cereais de pequeno-almoço são aceitáveis como alimento de aves, embora precise de ter cuidado para colocar apenas pequenas quantidades de cada vez. São melhor secos, com um abastecimento de água potável nas proximidades, uma vez que rapidamente se transforma em polpa uma vez molhada.

Mofo e comida estragada
Muitos fungos não são perigosos mas outros podem causar sérios problemas respiratórios nas aves, pelo que será de ter cuidado e evitar o fornecimento de alimentos com bolores.
Se a comida ganha bolores no seu alimentador é porque está a fornecer demasiado alimento para um só dia. Retire todos os alimentos contaminados. A comida estragada proporciona condições para o desenvolvimento de bactérias de salmonela, que podem causar intoxicação alimentar. Pelo menos um tipo de salmonela provoca a morte entre espécies como verdilhões e pardais. Grandes quantidades de comida, espalhadas pelo chão, podem atrair ratos e os ratos podem transmitir doenças aos seres humanos.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.