Correio do Minho

Braga, segunda-feira

As Bibliotecas e a promoção dos autores

População da União Europeia sem Facebook? Parece mas...não

Voz às Bibliotecas

2016-12-08 às 06h00

Rui A. Faria Viana

Muitas das nossas Bibliotecas Públicas procuram desenvolver actividades que vão ao encontro da divulgação dos autores que, por razões diversas, estão associados à comunidade onde estão implantadas. Estas actividades podem ser muito diferentes mas, os concursos literários que implicam um prévio conhecimento do autor e da sua obra são muito acarinhados e até favorecidos quando se pretende projectar e perpetuar no meio aquele que se distinguiu pela obra que produziu. Exemplo disso, é o concurso designado Prémio Escolar António Manuel Couto Viana, criado pela Câmara Municipal de Viana do Castelo e cuja primeira edição teve lugar no ano lectivo de 2010/2011.

Em homenagem à vida e à obra do escritor vianense António Manuel Couto Viana (24.Jan.1923 - 8. Jun. 2010), poeta, dramaturgo, contista, ensaísta, memorialista, tradutor e autor de literatura infantil, este concurso surgiu com a finalidade de dar a conhecer a obra literária do autor e de premiar produções literárias e artísticas da população estudantil infanto-juvenil da comunidade escolar vianense, sob as modalidades de Conto, de Ensaio, de Ilustração e de Poesia.

Apoiado, desde a primeira hora, pelos Professores Bibliotecários dos estabelecimentos de ensino público e privado que, juntamente com a Biblioteca Municipal, são os dinamizadores junto das várias escolas do concelho, este concurso tem-se revelado um sucesso não só pelo número de participantes mas também pela qualidade dos trabalhos produzidos.

Com este Prémio Escolar pretende-se incentivar os alunos a mostrarem as suas qualidades literárias e artísticas, estimulando o gosto pela leitura, pela escrita e pela arte, com a realização de trabalhos criativos e inéditos, a partir da obra literária de António Manuel Couto Viana, no caso das modalidades de Ensaio e de Ilustração.

É um concurso que prevê duas fases distintas. Uma, que decorre no âmbito da Escola, com a seleção do melhor trabalho; e outra, dinamizada pela Biblioteca Municipal, em que os melhores trabalhos apresentados nesta fase final do concurso são premiados de acordo com o regulamento, depois de analisados por um júri idóneo.

Após os primeiros cinco anos de realização deste concurso (2011-2015) reuniram-se numa publicação os trabalhos vencedores nas diferentes modalidades com o objectivo de os divulgar e de os promover junto de toda a comunidade vianense. Nas cerca de 200 páginas, a cores e de aspecto gráfico atraente, os jovens criadores viram pela primeira vez um trabalho seu premiado a ser publicado numa edição cuidada e exclusivamente dedicada a esse fim como reconhecimento do trabalho realizado. Neste ano lectivo decorre a 7ª edição deste prémio cujos trabalhos vencedores, estamos certos, irão juntar-se em 2020 num novo e segundo volume, aos trabalhos dos cinco anos seguintes.

Com esta iniciativa, a Câmara Municipal de Viana do Castelo, através da sua Biblioteca, procura homenagear e perpetuar na memória dos vianenses um dos grandes nomes da literatura portuguesa, promover a criação literária e artística junto dos mais novos e responder ao Manifesto da IFLA/UNESCO sobre Bibliotecas Públicas, quando defende que “a participação construtiva e o desenvolvimento da democracia dependem tanto de uma educação satisfatória, como de um acesso livre e sem limites ao conhecimento, ao pensamento, à cultura e à informação”.

Deixa o teu comentário

Últimas Voz às Bibliotecas

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.