Correio do Minho

Braga,

- +

Boas notícias: estamos a beber menos...

Datas que não podem ser esquecidas durante todo o ano

Boas notícias: estamos a beber menos...

Ideias

2019-11-11 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) revelou, a semana passada, o relatório anual ‘Health at a Glance 2019’ e com... boas e más notícias para Portugal. Em relação às más, poderei falar um dia destes e que dizem respeito ao facto de Portugal ser um dos países com maior prevalência de casos de demência e do facto do consumo de antidepressivos ter disparado entre 2000 e 2017. Mas... qual é a boa notícia? A boa, ou melhor, excelente notícia é que os portugueses reduziram em cerca de dois litros o consumo de álcool ‘per capita’ entre 2007 e 2017, bebendo em média 10,7 litros por ano, o que coloca Portugal no 11.º lugar dos países da OCDE com maior consumo.

Estes dados apontam uma descida do consumo médio de álcool em 27 países da OCDE desde 2007, que foi mais acentuada em Israel, Estónia, Grécia e Dinamarca (em 3 litros ou mais). Segundo os dados, baseados nas vendas, o consumo de álcool nos países da OCDE baixou, em média, de 10,2 litros por adulto em 2007 para 8,9 litros em 2017, o equivalente a quase 100 garrafas de vinho. Em média, nos países da OCDE, 3,7% dos adultos eram dependentes de álcool em 2016, uma situação que se agrava na Letónia, na Hungria e na Federação Russa, atingido mais de 9% dos adultos, refere o relatório, advertindo que “o consumo de álcool é uma das principais causas de morte e incapacidade em todo o mundo, particularmente nas pessoas em idade activa”. A Lituânia é o país com maior consumo (12,3 litros), seguido por Áustria, França, República Checa, Luxemburgo, Irlanda, Letónia e Hungria, todos com mais de 11 litros por pessoa. Beber com moderação... Portugal está no bom caminho!

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

08 Dezembro 2019

A Sueca

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.