Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +

Dia Mundial da Prematuridade

Urgência climática: a União Europeia tem de “agir agora”

Dia Mundial da Prematuridade

Voz à Saúde

2019-11-16 às 06h00

Almerinda Pereira Almerinda Pereira

No mundo, um em cada dez recém-nascidos é prematuro. A iniciativa de celebrar o dia mundial da prematuridade foi de um grupo de pais, com o objetivo de chamar à atenção para as necessidades especiais destes bebés e suas famílias. Em 17 de novembro de 2008, em Roma, um grupo de pais alertou para a problemática da prematuridade. Hoje, mais de 100 países aderiram à celebração deste dia com as mais variadas iniciativas.
O recém-nascido prematuro é o que nasce antes da 37ª semana de gravidez. As complicações do nascimento prematuro são as principais causas de morte em crianças menores de cinco anos, na Europa.
A maioria dos partos prematuros ocorre espontaneamente. Foram identificados vários fatores que podem, na grávida, aumentar o risco de parto prematuro. Alguns fatores de risco são evitáveis, o que significa que podem ser prevenidos e reduzir o risco de prematuridade. No entanto, em cerca de 50% dos casos, nenhuma causa para o bebé nascer muito cedo é identificada.

Na gravidez, os fatores de risco para parto prematuro são, entre outros, a alimentação desequilibrada, o baixo peso ou o excesso de peso (obesidade), o tabagismo, o consumo de álcool ou drogas, o stresse e a exposição a poluentes ambientais. A ausência de cuidados de saúde pré-natais, ou o seu início tardio, pode levar à não identificação de fatores de risco e seu tratamento atempado e adequado.
Em cada parto prematuro há um destino pessoal e uma família envolvida. Uma forte parceria entre profissionais de saúde e pais é a melhor maneira de enfrentar os problemas de ter um bebé prematuro e superar os obstáculos.
Quanto mais cedo o bebé nascer, menor a sua idade gestacional, menos desenvolvidos serão seus órgãos. Muitas complicações podem resultar da imaturidade de órgãos e sistemas importantes, incluindo pulmão, coração, tubo digestivo, cérebro, sistema imunológico e olhos. Os bebés prematuros, principalmente os de menor idade gestacional, necessitam de internamento em unidades de cuidados intensivos após o nascimento.

O apoio médico, nestas unidades, visa ajudar o bebé prematuro a alcançar um crescimento e desenvolvimento adequados. A equipa médica e de enfermagem reconhece e monitoriza as necessidades especiais de um bebé prematuro, para fornecer os cuidados e apoio adequados até que ele atinja a maturidade das funções vitais.
O leite materno fornece aos bebés prematuros a nutrição de que precisam para um desenvolvimento saudável. O primeiro leite, com alto teor de nutrientes (colostro), é muito importante. A amamentação nem sempre é fácil no início, mas, com ajuda, autoconfiança e apoio, a amamentação tornar-se-á uma experiência gratificante.

Prematuros e mães beneficiam do contacto pele a pele durante a amamentação ou o método canguru, que consiste em manter o bebé recém-nascido em posição vertical junto ao peito da mãe. O contacto pele a pele demonstrou efeitos benéficos no bebé e na mãe e deve ser iniciado precocemente e continuado o maior tempo possível. O método canguru pode reduzir a depressão materna pós-parto e também mostram um efeito fisiológico benéfico em bebés prematuros, como a frequência cardíaca, a frequência respiratória e o oxigénio no sangue estabilizados.
Depois de semanas, ou até meses, de internamento neonatal, as famílias chegam ao dia em que o bebé está estável e atinge maturidade fisiológica para alta. A ida para casa é planeada em diálogo entre os pais e a equipa de saúde. Os pais devem abordar todas as preocupações e fazer todas as perguntas à equipa de saúde. Precisam de se sentir confiantes para prestar os cuidados de que o bebé precisa em casa, assumindo assim a tão desejada vida familiar.?

Deixa o teu comentário

Últimas Voz à Saúde

10 Dezembro 2019

Faça frente à Diabetes

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.