Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +

Floresta autóctone

Igreja do Bom Jesus faz hoje anos

Escreve quem sabe

2011-11-08 às 06h00

Ana Cristina Costa Ana Cristina Costa

Como todos saberão, 2011 é o Ano Internacional das Florestas pois é reconhecido o papel essencial desempenhado pelas florestas na formação e conservação do solo, regulação do clima e do ciclo hidrológico, prevenção de fenómenos catastróficos (tais como cheias, secas e deslizamentos de terras), refúgio de biodiversidade, sumidouro de carbono, produção de alimentos (cogumelos, plantas aromáticas e medicinais, frutos silvestres tais como as amoras, mel, etc.), produção de madeira, lenhas e pasto, para além de recreio e lazer.

No dia 23 de Novembro, comemorar-se-á o Dia da Floresta Autóctone, para destacar a importância económica e ecológica das espécies florestais portuguesas e a necessidade de as salvaguardar da destruição, quer seja pelo fogo, pela ocupação do território ou pela má gestão. Este dia é mais adequado às condições climatéricas portuguesas para se proceder à sementeira ou plantação de árvores, alternativo ao Dia Mundial da Floresta, 21 de Março, criado inicialmente para os países do Norte da Europa.

O termo ‘autóctone’ é sinónimo de nativo ou indígena, isto é, diz respeito a seres vivos originários do próprio território onde habitam, por oposição a alóctone ou exótica. As espécies autóctones estão mais adaptadas às condições do território, sendo mais resistentes a pragas, doenças e a períodos longos de estio e chuvas intensas, em comparação com as introduzidas.

A espécie autóctone dominante desta zona climática é o carvalheiro Quercus robur L., mas aparecem muitas outras (sub)espécies, como o sabugueiro Sambucus nigra L., o periqueiro Pyrus cordata Desv., o sanguinho d'água Frangula alnus Mil-ler, a cerejeira-brava Prunus avium L., a aveleira Corylus avellana L., o azevinho Ilex aquifolium L., o salgueiro-comum Salix atrocinera Brot., o amieiro Alnus glutinosa (L) Gartner, o padreiro Acer pseu-doplatanus L., o tojo-molar Ulex minor Roth, a urze branca Erica arborea L., a madressilva-das-boticas Loni-cera periclymenum L. subsp. periclymenum, além de outras.

Calendário para Sementeiras e Plantações:

Recolher sementes: Mais adequado de Setembro a Dezembro

Semear: Aceitável de Novembro a Maio, sendo mais adequado a partir de Março/Abril, para evitar as geadas quando ocorrer a germinação das sementes

Plantar árvores e arbustos: Aconselha-se a partir de Novembro, sendo mais adequado no Inverno, existindo algumas espécies que podem ser plantadas no início da Primavera.

A introdução de espécies exóticas na Natureza pode originar situações de predação ou competição com espécies autóctones, a transmissão de agentes patogénicos ou de parasitas e afectar seriamente a diversidade biológica, as actividades económicas ou a saúde pública. Acresce que o seu controlo é um processo especialmente complexo e oneroso. Nesse sentido, o DL n.º 565/99, de 21 de Dezembro, regula a introdução na Natureza de espécies não indígenas da flora e da fauna.

Nesta estação é agradável passear e observar as cores ricas da floresta autóctone e, comer uns saborosos medronhos e castanhas. Então, porque não organizar uma saída com amigos e familiares e ir apanhar sementes nos bosques do nosso distrito. Nos dias seguintes poderá escolher as sementes com viabilidade e proceder à sua germinação, num talhão do quintal ou mesmo em vasos ou pacotes de leite (dando assim um segundo uso a esse material). No ano seguinte, pela mesma altura, é só transplantar, para o local definitivo. Pode oferecer a quem tenha terreno, ou proceder ao seu plantio, aquando de uma ida à mesma área.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

22 Outubro 2019

Mitos na doença mental

22 Outubro 2019

Voltar ao início

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.