Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Roteiro da Ciência - uma iniciativa do comissário europeu Carlos Moedas

Encontrão Ambiental

Ideias

2016-12-17 às 06h00

Vasco Teixeira

O Comissário Europeu Carlos Moedas detém a pasta importante e estratégica da Comissão Europeia: Investigação, Ciência e Inovação. A construção de uma Europa de ciência partilhada e mais igualitária, capaz de gerar inovação, desenvolvimento económico e mais empregos é a principal missão que o comissário Carlos Moedas tem vindo a implementar. Destaque-se um seu objetivo, o de procurar encontrar políticas que fomentassem as pequenas e médias empresas a apostar na ciência e na inovação - um impulso fundamental para que a média do produto interno bruto (PIB) europeu aplicado em ciência se aproxime dos 3%. Outra prioridade do seu plano de ação corresponde à concretização do Programa Horizonte 2020 e à consolidação do Espaço Europeu da Investigação.

A aposta no investimento no conhecimento científico e na inovação tem-se revelado uma importante alavanca para o crescimento socioeconómico e o desenvolvimento sustentável. A relevância da ciência e da tecnologia na sociedade do conhecimento e da inovação são hoje cada vez mais consideradas fatores indispensáveis para a competitividade das empresas na União Europeia (UE) sendo essencial para a criação de emprego.

O Roteiro da Ciência é uma iniciativa que permite explicar a ação da Comissão Europeia na promoção da Investigação, Ciência, e Inovação, nomeadamente os instrumentos europeus em vigor (Horizonte 2020, Fundos Estruturais e Plano de Investimento Juncker), conhecer casos de sucesso de instituições públicas e privadas, assim como de investigadores e empresas, promovendo o contacto entre instituições regionais, nacionais e europeias.

Nos últimos 30 anos, Portugal já recebeu mais de 945 milhões de euros dos programas-quadro europeus de investigação e inovação. A Europa investe no sucesso de Portugal e o Roteiro da Ciência materializa esse empenho com a visita do Comissário Europeu para a Investigação, Ciência e Inovação Carlos Moedas a várias cidades portuguesas, permitindo-lhe conhecer em detalhe a excelência da Ciência e da Inovação que se produz em Portugal.

No Roteiro da Ciência o Comissário Carlos Moedas tem contactos próximos com as Universidades, laboratórios, centros de investigação, start-ups, PMEs e multinacionais com elevados índices de investimento em inovação. Esta iniciativa Roteiro da Ciência acontece no período em que se comemoram os 30 anos da adesão de Portugal à então Comunidade Económica Europeia (CEE).
Na próxima semana, dias 19 e 20 de dezembro, o Comissário Europeu Carlos Moedas levará a cabo a terceira etapa do Roteiro da Ciência, efetuando visitas pelo Minho (às cidades de Vila Nova de Famalicão, Guimarães e Braga) a instituições de I&D e empresas, promovendo encontros com investigadores, empresários e alunos.

O programa inclui, entre outras, as visitas à Universidade do Minho, ao Centro Tecnológico CITEVE, ao CeNTI - Centro de Nanotecnologia e Materiais Técnicos, Funcionais e Inteligentes, ao Centro de Investigação 3B’s, contemplado recentemente com um investimento de 15 milhões de euros para a criação de um centro de investigação de excelência europeu em Medicina Regenerativa e de Precisão. A acompanhar o Comissário Europeu estarão o Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, os eurodeputados José Manuel Fernandes e Nuno Melo e a representante da Comissão Europeia em Portugal, Sofia Alves.

No dia 20 o Comissário Europeu encontra-se com estudantes e outros cidadãos através da iniciativa ‘Diálogo com os Cidadãos’, subordinada ao tema ‘União Europeia, desafios presentes e o papel das próximas gerações’.
Na Reitoria da Universidade do Minho, Carlos Moedas terá contacto com estudantes que participam ou irão participar no programa Erasmus+. O Roteiro da Ciência no Minho termina com a visita à Startup Braga, na qual o Comissário Carlos Moedas terá oportunidade de ouvir os empreendedores de empresas recém-criadas, para melhor compreender as vantagens e os desafios destas no mercado europeu e nacional.

O Comissário Carlos Moedas tem a seu cargo o importante Programa-Quadro de Financiamento para a Investigação e Inovação - Horizonte 2020, o maior programa de financiamento de ciência e inovação a nível mundial e o terceiro maior programa da UE. Concentra os recursos (cerca de 80 mil milhões de euros) para financiar projetos de investigação e inovação destinados a apoiar a competitividade económica da Europa e a alargar as fronteiras do conhecimento humano.
Os fundos comunitários são o principal instrumento financeiro de apoio à competitividade, ao emprego e à coesão social e territorial, e enquanto instrumentos da UE para o investimento, apoiam as três prioridades da Estratégia Europa 2020, isto é, um crescimento inteligente, um crescimento sustentável e um crescimento inclusivo.

Entre outros temas prioritários apontados pela Estratégia Europa 2020, deve-se pensar numa agenda comum visando a aposta estratégica no investimento em investigação científica e tecnológica, na inovação industrial e no empreendedorismo tecnológico, numa abordagem territorial. Este desafio deverá ter sempre presente as diretrizes para as políticas de desenvolvimento regional tendo em conta as especificidades da região, em termos das competências científicas e tecnológicas em investigação nas instituições de I&D e Universidades, das características do tecido económico, entre outros.

Deixa o teu comentário

Últimas Ideias

27 Junho 2019

Braga e o Plaza

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.