Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +

Terraço sempre impecável

Igreja do Bom Jesus faz hoje anos

Escreve quem sabe

2015-11-28 às 06h00

Ana Cristina Costa Ana Cristina Costa

Independentemente do tamanho do seu terraço, as plantas devem sentir-se bem nestes locais. São por si só uma boa alternativa para quem não tem jardim e permitem desfrutar das plantas em ambiente exterior. Eis umas dicas para manter o seu espaço organizado e saudável.
Atenção ao peso dos recipientes
Ao fazer a distribuição dos vasos e das jardineiras pelo terraço, tenha em conta o seu peso, pois quando cheios de terra ficam muito difíceis de transportar à mão e:
- Compre jardineiras leves. As de resina sintética ou fibra de vidro são das mais leves.
- Não acumule grandes grupos de vasos. Evite a concentração de peso numa única zona.
- A margem do terraço é a parte mais resistente, por isso coloque aí os vasos mais pesados. Assim, nunca coloque um vaso muito pesado no centro do terraço pois, além de ocupar muito espaço, este é o local menos resistente ao peso.
- Escolha substratos ligeiros, como a terra com areia e o composto para vasos.
- Os vasos suspensos são uma boa solução pois não contribuem para acumular peso.
Calda de urtiga - insecticida eficaz
Um dos melhores insecticidas naturais com que pode proteger as suas plantas é a calda de urtigas:
- Num balde opaco, de preferência de plástico, coloque 1 kg de folhas de urtigas e 10 l de água.
- Cubra o recipiente e deixe macerar por 10 a 15 dias e mexa de vez em quando.
- Depois dilua um litro da calda por cada 7 l de água e pulverize sobre as folhas das plantas.
Gravilha e cortiça para regar menos
Para poupar água sem que a saúde das plantas se ressinta:
- Cubra a superfície do substrato com casca de pinheiro, gravilha ou bolas de argila para reter a humidade por mais tempo.
- Use espécies resistentes à seca (suculentas ou simplesmente espécies autóctones).
- Regue durante a madrugada ou ao entardecer, para reduzir a evaporação, principalmente nos meses mais quentes.
- Agrupe as plantas para criar um micro-clima húmido.
Proteja as plantas das geadas
Quando o Outono se instalar definitivamente, deve iniciar o plano de Inverno para as espécies de origem tropical ou subtropical, porque não podem ficar ao ar livre.
- Tenha em conta que apenas uma geada pode ser suficiente para matar algumas variedades. Coloque em casa as mais sensíveis.
- O mesmo sucede com os vasos, pois os de barro, caso não sejam protegidos do frio e do gelo, podem quebrar.
- Depois do Inverno, leve os vasos para o exterior, desde que não exista risco de geadas.
Transplante sempre que for necessário
Para ter um terraço fantástico deve cuidar de forma minuciosa das plantas.
- A rega deve ser regular e deve adubar periodicamente.
- Quando as raízes saírem pelos furos de drenagem, mude a planta de recipiente.
- Plante exemplares arbustivos e arbóreos de folha persistente, que despertam interesse estético durante o Inverno.
- Retire as flores e as folhas murchas para que não venham causar problemas.
Jardinar com crianças
Elas querem resultados e querem-nos logo, assim, deve procurar sementes que sejam fiáveis e que germinem e cresçam depressa. Muitas espécies de plantas comestíveis satisfazem essas exigências: todos os tipos de alface, bem como o rabanete, nabo, aboborinha, abóbora. Mas não transplante as plântulas demasiado cedo pois a geada pode matá-las. Espere para as colocar no exterior!
Os mais pequenos acharão mais fácil manipular as sementes maiores, tais como ervilhas, favas e girassóis. Os bolbos, tubérculos e afins (narcisos, jacintos, dálias, gladíolos, tulipas) também podem ser uma boa solução. Mas em contrapartida gostam de ferramentas pequenas mas não as compre frágeis pois a desilusão pode ser grande. Não se esqueça do regador pois elas adoram regar mas veja que tenha o ralo (ou crivo) na extremidade e as pequenas luvas de jardinagem completam o conjunto. Se puder dar-lhes uma parte dos seus recipientes, conseguirá desenvolver o seu sentido de responsabilidade.

Deixa o teu comentário

Últimas Escreve quem sabe

22 Outubro 2019

Mitos na doença mental

22 Outubro 2019

Voltar ao início

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.