Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +

Uma vergonha

As Bibliotecas e a preservação dos jornais

Uma vergonha

Ideias

2019-09-23 às 06h00

Paulo Monteiro Paulo Monteiro

Luísa, Maria, Manuel, Teresa, Cândida, Paula, António, Fernanda, Alice, Ana, Laura, Júlia, Beatriz, Sofia, Eduarda, Pedro, Mariana, Rui, Isabel, Paulo, Helena, Juliana, José, Lara, Patrícia, Bruna e Gabriela Monteiro.
São muitos nomes? São. Mas o pior é que todos eles representam uma morte por violência doméstica. Desde o início do ano e até sexta-feira, 27 pessoas morreram vítimas de violência doméstica; 21 mulheres e seis homens e entre estes uma criança.
Todos os nomes escritos por mim são fictícios porque não conheço o nome verdadeiro de cada mulher ou de cada homem barbaramente assassinados. Mas o último é: Gabriela Monteiro... uma Mãe que deixa dois filhos depois de ser assassinada pelo ex-marido. Na quinta-feira à noite o Theatro Circo fechou as portas e prestou uma sentida homenagem a Gabriela que também ali trabalhava. Foram milhares de bracarenses e não só que lhe prestaram uma homenagem e a todas as vítimas de violência doméstica em Portugal.

Os números são brutais como deviam ser brutais as penas a aplicar a cada um dos agressores, mesmo com aqueles que cometem qualquer tipo de agressão. Qualquer que seja o grau de violência doméstica. É inaceitável. Todos têm de estar unidos para crimes que são completamente inadmissíveis que nunca deviam acontecer.
A Luísa, Maria, Manuel, Teresa, Cândida, Paula, António, Fernanda, Alice, Ana, Laura, Júlia, Beatriz, Sofia, Eduarda, Pedro, Mariana, Rui, Isabel, Paulo, Helena, Juliana, José, Lara, Patrícia, Bruna e a Gabriela Monteiro não têm culpa. Não tiveram culpa. E ainda tinham muito para viver.
E mereciam viver em paz e em sossego!

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.