Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +

Voluntariado Ambiental

Uma Justiça que é tão cega

Escreve quem sabe

2012-09-08 às 06h00

Ana Cristina Costa Ana Cristina Costa

Gostava de colaborar activamente na protecção e preservação do ambiente mas não sabe como proceder e onde se dirigir?

A Comissão Europeia anunciou o ano 2011 como o Ano Europeu do Voluntariado, que contribuiu para a divulgação do tema junto de toda a sociedade civil e de organismos oficiais, criando estruturas, editando documentos, promovendo debates e actividades, mobilizando e sensibilizando todos para uma causa fundamental e para a construção de uma sociedade mais solidária.

O voluntariado pode entender-se de várias formas, no entanto, sabe-se que quando as pessoas se envolvem em actividades de entreajuda, na protecção do ambiente, entre outras, todos saem beneficiados e a coesão social é significativamente fortalecida.

O voluntariado ambiental é útil na geração de oportunidades de aprendizagem, no envelhecimento activo, no diálogo intergeracional e intercultural, na protecção civil, no desenvolvimento sustentável e protecção ambiental, nos direitos humanos e inclusão social, no aumento de empregabilidade, na promoção da cidadania activa, e no que se refere à responsabilidade ambiental das empresas.

De facto, são milhares as pessoas que se envolvem em actividades voluntárias, fazendo face a muitas das necessidades da nossa sociedade.

No entanto, Portugal é um dos países europeus com menor participação pública activa dos cidadãos nas várias questões ambientais, reflexo disso é o baixo número de sócios existente nas várias associações ambientalistas. Será que a sociedade se encontra motivada, informada e instruída para a formulação de opiniões e tomada de decisões sobre assuntos que a afectem, directa e indirectamente, como os relacionados com os problemas ambientais e a conservação de recursos naturais? Que ferramentas existem para motivar uma cidadania ambiental activa individual e colectiva? De que forma o voluntariado ambiental poder ser uma solução para a preservação do ambiente? Estas são as questões que deixamos no ar para que todos façamos um exercício de reflexão.

Gostaria de participar nas actividades e acções da Quercus e dar o seu contributo para a defesa de um ambiente mais sustentável e respeitado por todos?
“O que é a Quercus?”, estará a questionar-se!

Quercus - Associação Nacional de Conservação da Natureza
Criada em 1985, a Quercus é uma das maiores associações ambientalistas e actua a nível nacional, com Núcleos Regionais espalhados por todo o país, incluindo os arquipélagos. Saiba mais em www.quercus.pt.

Para ser voluntário da Quercus deverá fazer a sua inscrição enviando uma mensagem, por correio electrónico, para 'voluntarios@quercusancn.pt” com os seus dados pessoais, nomeadamente:
- nome completo
- contacto electrónico (um principal e, caso tenha, um alternativo)
- contacto telefónico (telemóvel e telefone fixo, se possível)
- distrito de residência
- eventuais interesses, passatempos e/ou formação em áreas relacionadas com o Ambiente (no caso de formação académica ou profissional nessas áreas, agradecemos o envio do Curriculum Vitae).

A Quercus tem uma base de dados nacional de voluntários para os quais envia regularmente informação sobre as acções a decorrer. Não é obrigatório ser sócio para se inscrever como voluntário. Para o fazer basta disponibilidade!

A partir desta base de dados nacional de voluntários inscritos, a Quercus compromete-se a enviar regularmente, via e-mail, informação sobre acções ou eventos de natureza interventiva a realizar no distrito onde o voluntário reside, para que este possa facilmente deslocar-se ao local e dar o seu apoio.

O voluntariado é fundamental para a força, resistência, solidariedade e coesão social da comunidade, é uma demonstração poderosa de como a solidariedade posta em prática pode construir um mundo melhor para todos e onde todos podem contribuir com o seu tempo, conhecimento e energia para a paz, o bem estar e o desenvolvimento.
Seja um Voluntário Quercus. Vista a camisola!

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.