Invisual desalojado “precisa de apoio institucional e de vigilância”

O homem de 48 anos que ficou desalojado na noite do passado sábado depois de um incêndio na sua habitação, no Bairro Nogueira da Silva, “precisa urgentemente de um sítio onde ficar, mas mais do que isso, precisa de apoio institucional e vigilância”. O alerta é deixado pela Associação de Moradores do Bairro Nogueira da Silva. O homem, invisual, encontrava-se em casa, sozinho, mas quando deu realmente conta do que se estava a passar, as chamas já se propagavam pela sala dentro.

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia