Maximinos é ‘Escola Embaixadora do Parlamento Europeu’

As Nossas Escolas

autor

Patrícia Sousa

contactar num. de artigos 1821

Pela primeira vez, o Agrupamento de Escolas de Maximinos é ‘Escola Embaixadora do Parlamento Europeu’. “O desafio foi lançado e vamos agarrar esta oportunidade numa altura que as questões relacionadas com a Europa estão na ordem do dia”, justificou o director do Agrupamento de Escolas de Maximinos, António Pereira, realçando a importância deste projecto que vai proporcionar inúmeras actividades ao longo de três anos.

O projecto no agrupamento é da responsabilidade do docente Leonardo Cunha da Silva, que já se deslocou a Lisboa, às instalações do Gabinete de Informação do Parlamento Europeu, para uma formação inicial do projecto. “O nosso agrupamento faz parte de um grupo pioneiro de 16 escolas, a nível nacional, a participar neste projecto enriquecedor para o presente e o futuro da União Europeia com destaque no panorama escolar nacional”, informou ainda o director do agrupamento.

A geração mais nova, alertou aquele responsável, “não viveu a fase da adesão de Portugal à União Europeia nem à moeda única, por isso, são temas que tem menos contacto”. Por isso, “faz todo o sentido, reflectir, discutir e aprofundar os temas”, numa altura que coincide com a saída de um membro da União Europeia. O projecto ‘Escola Embaixadora do Parlamento Europeu’ vai decorrer no triénio 2016-2019 e o objectivo é envolver a escola, os alunos, mas também a comunidade. E o Agrupamento de Escolas de Maximinos já tem algumas iniciativas agendadas.

No Dia Mundial da Árvore, que se comemora no próximo dia 21, a Escola Secundária de Maximinos vai, em colaboração com os Órfãos de S. Caetano, plantar 28 árvores, que corresponde ao número de membros da União Europeia. “As árvores vão ser cedidas pelo Município de Braga e plantadas num terreno contíguo à escola”, adiantou o director, destacando o “simbolismo” desta acção. “As árvores simbolizam a oxigenação e a renovação da própria União Europeia”, explicou.

Entretanto, adiantou o director, para o dia 24 de Abril, de modo a coincidir com o Dia Cultural do Agrupamento de Escolas de Maximinos, está já agendada a realização de um paddy paper, aberto à participação de todos os alunos do ensino secundário e integrado no Plano Anual de Actividades do Agrupamento e voltado para a comunidade. “Pretende-se com esta iniciativa que os alunos, futuros cidadãos eleitores, aprofundem o seu conhecimento sobre a União Europeia”, defendeu António Pereira, anunciando que ao longo daquele dia haverá, ainda, um conjunto de actividades multidisciplinares com o objectivo de envolver toda a comuniade escolar. De destacar aqui, a conferência com um deputado europeu.

Ao longo destes três anos, o agrupamento “vai assumir a missão” de divulgar a União Europeia, levando a informação também para fora de portas.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia