UMinho em destaque nos rankings mundiais

Braga, Vale do Ave, Nacional, Ensino

autor

Redacção

contactar num. de artigos 32786

A Universidade do Minho é uma das 150 melhores universidades jovens do mundo, revela o “Times Higher Education Young University Ranking 2017”. A academia minhota está nesta elite mundial pelo quinto ano consecutivo, reconfirmando o seu prestígio e a sua estratégia realista de crescimento com qualidade e de afirmação internacional, envolvendo os seus membros.
 
Lançado em 2012, este ranking evidencia as instituições de ensino superior com menos de 50 anos que já atingiram um nível global de excelência nas várias vertentes da sua missão (ensino, investigação, inovação e internacionalização). A lista usa os 13 indicadores do ranking mundial da Times Higher Education, recalibrados para o perfil de instituições jovens. A tabela é liderada pela Escola Politécnica Federal de Lausanne (Suíça), seguindo-se a Universidade de Ciência e Tecnologia de Hong Kong (China) e a Universidade Tecnológica de Nanyang (Singapura).
 
Impacto internacional, regional e na investigação
 
A UMinho surge igualmente destacada no ranking global “U-Multirank 2017”, com nota máxima em oito indicadores, sobretudo nas dimensões da investigação, internacionalização e envolvimento regional. Nesta quarta edição, confirma ainda a excelência em três indicadores da investigação: publicações científicas, publicações interdisciplinares e proporção de pós-doutoramentos face ao total do pessoal académico.
 
A importância da UMinho no envolvimento regional mereceu três notas máximas, em particular a colaboração com empresas e organismos da região para realizar estágios dos seus alunos e a percentagem dos seus graduados que obtiveram o primeiro emprego na região. A avaliação da internacionalização foi também reforçada, juntando aos dois indicadores com nota máxima (pessoal académico com origem internacional e publicações em colaboração internacional) os indicadores de estudantes em mobilidade e de percentagem de doutoramentos de estudantes estrangeiros. Em 2017, além de ter mais um indicador com nota máxima, a UMinho sobe as pontuações médias na internacionalização e no envolvimento regional.
 
O U-Multirank, cofinanciado pela União Europeia, usa uma abordagem multidimensional através da análise comparativa do desempenho das instituições em cinco níveis (de Muito bom a Fraco). No presente estudo foram avaliadas mais de 1300 instituições de ensino superior de 90 países.

*** Nota da UMinho ***

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia