‘Percursos do Homem e do Garrano’ projecta percursos demonstrativos

Alto Minho

autor

Redacção

contactar num. de artigos 35045

Exposições, percursos equestres demonstrativos e um novo seminário internacional e festival do garrano, no Outono de 2018, são acções previstas no âmbito do projecto ‘Percursos do homem e do Garrano’, apresentadas em Lanheses, no final do seminário internacional e do primeiro festival dedicado a esta raça equídea.

É este o caminho em que o Município de Viana do Castelo está empenhado, enquanto líder do projecto financiado pelo Programa Operacional Regional do Norte - Norte 2020.
O seminário “Percursos do Homem e do Garrano no Noroeste Português”, realizado na Escola Básica e Secundária de Lanheses, contou com um painel internacional de conferencistas que comunicaram os resultados de décadas de investigação sobre a raça e o seu habitat e de experiências empresariais no campo do turismo equestre.

Andreia Pereira, colaboradora deste projecto, apresentou três percursos equestres a constituir em Viana do Castelo, que serão implementados no terreno a breve prazo, cruzando o turismo de natureza e o ‘touring’ cultural e paisagístico.

O cavalo e, entre este, o garrano, foi enaltecido enquanto espécie com capacidades cognitivas que poderão ser equiparáveis às dos grandes primatas, conforme têm demonstrado os resultados de estudos pioneiros que aplicam aos cavalos metodologias análogas à investigação em primatologia no Japão.

Constituindo, junto com o lobo, o último dos ecossistemas de grandes mamíferos e predadores herdado do pleistocénico, demonstrou-se o seu contributo no presente para a preservação da biodiversidade florística e faunística das habitats de montanha.
Provou-se que a sua capacidade de se alimentar de tojo desempenha um importante papel na gestão da acumulação de material lenhoso combustível nas nossas serras promovendo a redução do risco de incêndio.

O Festival do Garrano, que decorreu no dia 9 de Junho no Paço de Lanheses, com o apoio da associação ‘O Caminho do Garrano’ e a ‘Pony School’, constituiu um momento de celebração e enaltecimento da raça garrana, onde foram demonstradas de forma exímia as suas qualidades e capacidades a nível pedagógico, desportivo e para as actividades de turismo e lazer.
Um espectáculo de exaltação da arte equestre, associada aos valores e símbolos do Minho, no qual a simbiose entre cavalos e cavaleiros prestigiou o garrano, o território e a cultura tradicional da região.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia