Viana do Castelo: Câmara Municipal assinou contratos para a instalação de quatro novas empresas de base tecnológica

Alto Minho

autor

Redacção

contactar num. de artigos 33967

O Presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo assinou os contratos que vão permitir a instalação de mais quatro novas empresas na incubadora tecnológica localizada nas instalações onde também funciona a Associação Empresarial de Viana do Castelo. As empresas irão criar cerca de cinquenta novos postos de trabalho em diferentes áreas, desde as soluções de tecnologia ao recrutamento de pessoal.

Em causa estão as empresas Atlanse Portugal, Tubo B2B, a Marinice Figueiró e a Campeche Imóveis que ontem assinaram o contrato de cedência de instalações com a autarquia para ficarem albergadas na incubadora criada no espaço onde funciona também a AEVC.

A incubadora, recorde-se, nasceu de um protocolo de colaboração com a AEVC com o objetivo de criar uma incubadora direcionada para projetos nos setores, de Multimédia, Economia Digital, Eficiência Energética e Energias alternativas, Arquitetura, Design, Robótica, Náutica e Recursos Marítimos, Regeneração Urbana; entre outros.

O protocolo teve, assim, como intuito disponibilizar condições adequadas à criação de empresas e ao desenvolvimento das suas atividades nos primeiros anos de atividade; contribuir para a transformação e mudança de paradigma do Alto Minho como um lugar criativo; acolher novas atividades e projetos criativos com valor económico e potenciadoras de criação de emprego e de riqueza; promover nos jovens e incentivar o empreendedorismo e a inovação; e promover a regeneração urbana de Viana do Castelo.

À AEVC cabe o apoio técnico à criação e consolidação de projetos, disponibilizar serviços de consultoria nas áreas administrativas, jurídica, gestão, finanças, fiscalidade, marketing, comunicação; promover e executar ações de formação profissional; desenvolver ações coletivas de promoção a nível regional, nacional e internacional; apoiar a comercialização e criar ninhos de empresas; e estabelecer e fomentar parcerias com outras Entidades, nomeadamente o Instituto Politécnico de Viana do Castelo, Universidade do Minho, Universidade do Porto, Comunidade Intermunicipal do Alto Minho, Confederação Empresarial do Alto Minho, INESC, e Escola Superior Gallecia.

Já a Câmara Municipal irá disponibilizar um espaço num edifício no centro histórico para a instalação da Incubadora Criativa do Alto Minho, que incluirá espaços para receção, salas privadas, open space, salas de reuniões, salas para utilização flexível; vai disponibilizar espaços para incubação de oficinas no Parque Empresarial de Lanheses; criar mecanismos de permanente articulação entre o GAE - Gabinete de Apoio ao Empresário com a Incubadora Criativa; colaborar no estabelecimento e fomento de parcerias, neste âmbito, com outras Entidades; e colaborar nas campanhas de divulgação e publicitação deste projeto.

*** Nota da C.M. de Viana do Castelo ***

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia