Gastronomia, música popular e muita animação no Festival da Sardinha na Broa de Valbom S. Martinho!

Cávado

autor

Redacção

contactar num. de artigos 34716

A animação dos convívios à boa moda do Minho encheu de cor e alegria a tarde de ontem, 11 de novembro, em Valbom S. Martinho. A freguesia celebrou a preceito o dia do seu Padroeiro com o Festival da Sardinha na Broa, uma iniciativa em que não faltaram as iguarias da gastronomia regional, as divertidas desgarradas minhotas e a alegria contagiante das nossas gentes.

Este ano, a fama do evento ultrapassou largamente as fronteiras do concelho e a estação televisiva nacional SIC esteve em Valbom a gravar uma emissão que será difundida pelo país e pelo mundo.
A tarde apresentou-se quente e ensolarada, ajudando a manter vivo o mito do verão de S. Martinho. Com ou sem superstição, o céu sem nuvens e a temperatura amena ajudaram a convencer os indecisos e a afluência popular aumentou. À chegada, um aroma inebriante tomava conta do recinto. Sardinha assada e caldo verde, broa e carnes na brasa, castanhas assadas e vinho novo. E ninguém gastou um tostão. É tudo gratuito, oferecido generosamente pela organização do evento, a cargo a Junta da União de Freguesias de Valbom S. Martinho, Valbom S. Pedro e Paçô. Os acordes da música popular do Minho e as divertidas desgarradas dos cantores ao desafio compuseram o ramalhete e ajudaram a animar a festa.

O presidente da Junta local não escondeu a satisfação pelo sucesso do evento, que tem crescido de ano para ano. Joaquim Martins lembrou que está é já uma tradição antiga da freguesia, que a cada dia 11 de novembro se reúne para celebrar o padroeiro da freguesia. “É uma tradição bastante antiga na freguesia. Recentemente, acrescentámos o Festival da Sardinha na Broa e passámos a integrar a Rota das Colheitas, com muito gosto, porque também ajuda a divulgar e a promover a freguesia”, afirmou o presidente da Junta, acrescentando que a iniciativa se afigura também como uma excelente forma de valorizar as tradições locais.

“Para os mais velhos é uma forma de recordar e reviver as tradições. Para os mais novos, é um momento de diversão e convívio, em que ficam a conhecer as práticas e atividades tradicionais”, sublinhou. Joaquim Martins concluiu frisando que este tipo de atividades desempenha um papel importante no fortalecimento de laços de união entre a população. O Festival da Sardinha na Broa de Valbom S. Martinho insere-se na programação turístico cultural Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde, que de agosto a novembro se desdobra em 35 iniciativas de divulgação e promoção da genuína tradição minhota.

*** Nota da C.M. de Vila Verde ***

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia