Criação de emprego é prioridade de Manuel Moreira

Cávado

autor

Redacção

contactar num. de artigos 34716

O concelho de Amares “registou um decréscimo significativo na taxa de desemprego e esta é uma área em que vamos continuar a apostar com a concretização de políticas que promovam a empregabilidade, nomeadamente através do apoio ao sector empresarial do concelho”, as palavras são de Manuel Moreira, presidente da Câmara de Amares, que efectuou a primeira visita oficial a empresas no âmbito deste novo mandato.

“Temos em Amares empresas que se destacam no país e no mundo pela qualidade do trabalho que desenvolvem. Isso é um orgulho para nós. São uma referência e uma esperança para os nossos jovens, empreendedores e empresários”, referiu Manuel Moreira, que esteve na Santa Casa de Misericórdia de Amares e na SAP Metal - Araújo & Paredes, acompanhado pelo delegado da Região Norte do IEFP, António Leite, e pelo director do IEFP de Braga, Carlos Menezes.

Na visita, o autarca procurou estreitar relações com esta entidade no sentido de ir ao encontro de uma estratégia cada vez mais concertada de promoção da empregabilidade, uma das prioridades do executivo que lidera.
“Quis dar a conhecer de perto ao delegado da Região Norte do IEFP e ao director do IEFP de Braga um pouco daquela que é a realidade do nosso concelho, quer no que diz respeito à oferta empresarial e dos serviços disponíveis, quer no que concerne às preocupações sentidas em termos de mercado de emprego, capacidade de atracção de investimento e fixação das pessoas, procurando sensibilizá-los para aquelas que são as necessidades mais urgentes e ver de que forma nos podem ajudar a colmatar as mesmas”, destacou o autarca.

Revelando-se “muito impressionado pelo dinamismo, qualidade do trabalho e das valências” que visitou em Amares, o delegado da Região Norte do IEFP reconheceu que “é sempre uma oportunidade excelente” ir ao terreno, conhecer as pessoas, as condições, as dificuldades e as potencialidades das empresas e serviços.

“O que temos de fazer é continuar a apoiar estas empresas e torná-las conhecidas para também melhorar a moral e produzir mais riqueza para o país”, sublinhou Moreira, adiantado que, desta visita surgiu a ideia de “implementar um programa de formação na área da metalomecânica que permita formar trabalhadores de forma a responder às necessidades desta empresa, quando esta empresa vier a crescer”.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia