Casa dos Croissants alia a tradição dos sabores a conceitos mais inovadore

Economia

autor

Redacção

contactar num. de artigos 34751

Há mais de 30 anos que a Casa dos Croissants presenteia os seus clientes com o melhor que a pastelaria tem para oferecer em termos de qualidade e variedade.
O negócio familiar começou a desenhar-se na produção e distribuição de uma grande variedade de bolos para diversas pastelarias da cidade. Só dois anos mais tarde é que o proprietário abriu o primeiro estabelecimento, localizado no Centro Comercial Galécia, em Maximinos, a casa-mãe da Casa dos Croissants.

“A história desta casa começou com o meu avô que era pasteleiro. O meu pai seguiu-lhe as pisadas, estabelecendo-se por conta própria”, diz-nos José Manuel Costa, responsável pela confecção da pastelaria deste negócio.
Caracterizado pela sua vertente mais criativa, José Manuel Costa tentou, precisamente, incutir um conceito mais inovador à sua produção, sem esquecer, no entanto, as raízes mais tradicionais que tanto qualifica a pastelaria portuguesa, traduzida pelos seus métodos e técnicas ancestrais.

Como o próprio nome indica, neste negócio o Croissants é o rei das iguarias. E há para todos os gostos: simples, amanteigado, recheado com creme de pasteleiro feito ao lume e com creme de chocolate.
Há também os Croissants folhados, também conhecido por croissants franceses, que podem ser recheados com nozes, amêndoa, kinder bueno, nutella, oreo e ferrero rocher. Além de fornecer a outra casa do grupo, situada na Rua Conselheiro Lobato (n.º 512), a Casa dos Croissants fornece também outros pontos de venda do concelho.

Inovação é um conceito que está ligada intimamente a este espaço onde, todos os fins-de-semana, há coisas para os clientes. “Umas vezes são croissants, outras eclairs franceses, semi-frios. Há uma grande variedade”, diz-nos José Manuel Costa.
Pode também encontrar as famosas glorinhas, o bolo de arroz original, as tíbias e uma variedade de miniaturas.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia