Alunos levam nome de Amares até à China

Cávado

autor

Miguel Viana

contactar num. de artigos 1949

A equipa ESARobots, formada por alunos do Agrupamento de Escolas de Amares (AEA) vai participar, de 17 a 23 de Julho, no ‘ROBOCUP 2015’, que decorre de 17 a 23 de Julho, na cidade de Hefei, na China.

O evento junta equipas de estudantes de todo o mundo que se dedicam à construção de ‘robots’.
Os alunos de Amares vão representar Portugal na categoria de Dança Robótica Júnior B, com ‘robots’ feitos a partir de mateririais reciclados. “Com parcos recursos nós conseguimos ver reconhecido o trabalho a nível nacional, como consequência, fomos convidados a representar Portugal nesta modalidade de robótica na China”, destacou Pedro Cerqueira, presi- dente do AEA, na conferência de imprensa de apresentação da equipa, ontem, na Câmara Municipal de Amares (CMA).

O autarca amarense, Manuel Moreira, considerou que o trabalho desenvolvido pelo AEA “enobrece Amares” e, dirigindo-se aos alunos, acrescentou que “levam o nome de Amares a nível nacional e levam Amares à China”. “Representam o país mas também Amares.”
Manuel Moreira disse que era um dever da autarquia apoiar o projecto que dignifica o concelho, mas lamentou a falta de apoios do Ministério da Educação (ME). “Lamento que o senhor director (do AEA) tenha de andar a mendigar apoios. O ME devia participar. É o ensino que está em causa, é aquilo que somos bons e temos que investir nisso”, disse o autarca.

O coordenador do projecto, Luís Paulo, frisou que a construção dos ‘robots’ envolveu um conjunto vasto de áreas do saber e da ciência.

“Para elaborarem estes projectos têm de saber de Electrónica, de Programação . Inglês, Física para estabilizar os ‘robots’, a Matemática para fazer cálculos. Há um sem número de competências que começam a ser trabalhadas em contexto de sala de aula e os pequenos projectos, quando começam a ganhar outra dimensão tentamos aproveitá-los e a competição acaba por ser uma outra forma de os cativar (aos alunos)”, salientou o professor,
A equipa, formada por três alunos do Curso Profissional de Técnico de Gestão de Equipamentos Informáticos e um do Curso Profissional de Electrónica e Telecomunicações, vai concorrer com um ‘robot’ humanóide, um computador e uma impressora que vão dançar ao ritmo da música. Na China terão que construir um novo ‘robot’, com novas coreografias, em conjunto com equipas estrangeiras. A competição tem como tema o ‘Ano Internacional da luz’.

A equipa ESARobots sagrou-se campeã nacional na categoria de Dança Robótica Júnior B no Festival Nacional de Robótica 2015 que decorreu de 8 a 12 de Abril em Vila Real, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro.

vote este artigo


 

Comente este artigo

Faça login ou registe-se gratuitamente para poder comentar este artigo.

comentários

Não existem comentários para este artigo.

Últimos artigos das categorias relacionadas

Tempo

Classificados

Edição Impressa (CM)

Edição Impressa (MF)

Newsletter

subscrição de newsletter

mapa do site

2008 © todos os direitos reservados ARCADA NOVA - comunicação, marketing e publicidade, S.A. | concept by: Cápsula - soluções multimédia