Correio do Minho

Braga, terça-feira

Adega brinda 50 anos de actividade com uma reserva de sócios
Fábrica têxtil em Briteiros Santo Estevão destruída por incêndio

Adega brinda 50 anos de actividade com uma reserva de sócios

Jerónimo de Sousa diz que região “ainda não recuperou da recessão”

Alto Minho

2019-01-20 às 12h15

Teresa M. Costa

Novos projectos fazem renascer a Adega Cooperativa de Ponte da Barca e Arcos de Valdevez ao fim de 50 anos de actividade. Ontem, foi dia de brindar com homenagem aos associados e de dar a conhecer a nova imagem que projecta o futuro.

A Adega Cooperativa de Ponte da Barca e Arcos de Valdevez brindou ontem aos seus 50 anos de actividade dando a conhecer a nova imagem, mas também com a apresentação de um vinho - reserva de sócios - que é uma edição comemorativa e uma homenagem aos cerca de mil associados que fazem o sucesso desta cooperativa.
A Loja de Turismo de Ponte da Barca foi pequena para acolher todos os que quiseram associar-se aos 50 anos da Adega Cooperativa, incluindo os autarcas de Ponte da Barca, Augusto Marinho, e de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, o vereador do Ambiente e Desenvolvimento Rural, Altino Bessa, em representação do Município de Braga, e o presidente da Comissão de Viticultura da Região dos Vinhos Verdes, Manuel Pinheiro.
Após meio século de actividade, a Adega Cooperativa - que produz anualmente três milhões de garrafas, metade para exportação - prepara-se para crescer, já este ano com uma nova linha de engarrafamento, mas também para novas instalações.
O presidente do Conselho de Administração, Amândio do Lago, reconhece os constrangimentos actuais que limitam a capacidade de produção e de resposta às encomendas.
A construção da nova adega, em terreno cedido pelo município local, é um anseio de há vários anos, mas tem agora desenvolvimentos concretos: o projecto de construção está prestes a entrar na Câmara Municipal de Ponte da Barca e será submetida uma candidatura a financiamento comunitário.
Trata-se de um investimento de cerca de cinco milhões de euros que “só com apoios comunitários podemos levar avante” anuncia Amândio do Lago, que espera ter o projecto concretizado em 2020/2021.
Os 50 anos da Adega Cooperativa ficaram ainda marcados pela homenagem a 50 anos de associados e a duas colaboradores com 40 anos de serviço.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.