Correio do Minho

Braga,

Associação Dar as Mãos celebra 25 anos
UMinho em programa revolucionário de monitorização global da biodiversidade

Associação Dar as Mãos celebra 25 anos

Corrida do Porco Preto alcançou meta traçada de 450 participantes

Vale do Ave

2019-05-19 às 14h44

Redacção

Associação Dar as Mãos festejou o 25.º aniversário. Sessão ficou marcada pela apresentação dos novos projectos da IPSS.

Foi a relembrar o passado e a olhar para o futuro que a Associação Dar as Mãos, de Vila Nova de Famalicão, assinalou recentemente as suas bodas de prata.
A Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) famalicense, que tem por objectivo a integração social e comunitária de pessoas em situação de carência socioeconómica, celebrou os 25 anos com uma homenagem a todos os beneméritos e voluntários que fizeram e fazem ainda parte da sua história e com uma apresentação à comunidade daqueles que são os seus projectos de futuro.

É o caso dos novos serviços que vão passar, muito em breve, para a sede da associação, localizada na Avenida Marechal Humberto Delgado. Aqui ficaram instalados gabinetes de atendimento social, uma sala de reuniões e uma sala para o armazenamento e distribuição de roupa, calçado e brinquedos. As obras no edifício já arrancaram e permitirão também a criação de um novo instrumento de apoio ao nível da formação e requalificação profissional dos utentes da instituição.

À festa associou-se o presidente da Câmara, que salientou o trabalho “contínuo e notável” desenvolvido pela Dar as Mãos, “onde todos os dias se criam condições para que Famalicão seja um concelho melhor”.
Paulo Cunha referiu que instituições como a Dar as Mãos são “insubstituíveis”, aproveitando para renovar o compromisso da autarquia em continuar a apoiar o seu trabalho.
Das várias respostas proporcionadas pela Dar as Mãos, destaque para o Balneário Social, a Cantina Social, onde é servida uma refeição diária entre as 18.30 e as 19.30 horas e onde em 2018 foram entregues e servidas quase 8500 refeições; o atendimento social, o apoio comunitário, a Casa Abrigo e o Banco Alimentar. 

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.