Correio do Minho

Braga,

- +
Autarca vizelense visita obras nas freguesias
Alunos do Sá de Miranda programa robots em Bucareste

Autarca vizelense visita obras nas freguesias

Boccia do SC Braga apoia a Semana da Inclusão do Agrupamento de Escolas de Moure e Ribeira de Neiva

Autarca vizelense visita obras nas freguesias

Vale do Ave

2019-11-21 às 22h10

Redacção Redacção

Todas estas obras estão inseridas nas Áreas de Reabilitação Urbana de cada uma das freguesias e fazem parte do PARU – Plano de Ação de Regeneração Urbana de Vizela.

O Executivo Municipal, acompanhado pelos Presidentes de Junta, vai efetuar uma visita às obras das ARUS nas freguesias de Tagilde e Vizela (S. Paio), Santo Adrião, Santa Eulália e Infias, no próximo dia 26 de novembro, pelas 09.30h.

Assim, será efetuada uma visita às obras da Requalificação do espaço público na Rua do Calvário e Rua João Silva Monteiro - S. Paio, Requalificação do Largo da Igreja de Tagilde, Requalificação do espaço público junto ao Cruzeiro da Rua de São Gonçalo - Santo Adrião, Requalificação da área envolvente à Igreja de Santo Adrião, requalificação do Largo da Rua da Molar - Santa Eulália, Requalificação da área adjacente à Igreja de Santa Eulália e Requalificação da área envolvente da Igreja Velha – Infias.
Todas estas obras estão inseridas nas Áreas de Reabilitação Urbana de cada uma das freguesias e fazem parte do PARU – Plano de Ação de Regeneração Urbana de Vizela.

A ARU de Infias localiza-se junto à Estrada Nacional 106, desenvolvendo-se o centro em torno de um eixo que liga a igreja velha ao cemitério. A criação da ARU, com cerca de 9 hectares, advém da “necessidade de consolidar e assumir os centros de freguesia como área nevrálgica da vida dos núcleos urbanos, mas sempre tendo em mente a preservação da identidade no lugar”.

A ARU de Santa Eulália localiza-se numa das mais populosas freguesias de Vizela. Com uma área de cerca de 12,5 hectares, integra o núcleo central, onde se localiza a igreja, assim como edificações mais antigas.

A ARU de Tagilde, com uma área de aproximadamente 8 hectares, corresponde ao núcleo antigo do aglomerado urbano, tendo como objetivo afirmar esta área como um centro coesa e dinâmico, “onde as componentes históricas possam desempenhar um papel dinâmico e temático no desenho do espaço urbano”.

A ARU de São Paio, com uma área de 19,6 hectares, desenvolve-se a partir a igreja e adro e estendendo-se até à área verde complementar que, embora não integrada na ARU, estabelece com esta uma interligação, podendo servir para criar dinâmicas de utilização do espaço.

A ARU de Santo Adrião, com uma área de cerca de 25 hectares, resulta da “necessidade de criar sinergias, criar ligações, unificar o território, eliminar barreiras e estabelecer conexões”, possuindo como área central a Igreja de Santo Adrião.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.