Correio do Minho

Braga, quarta-feira

- +
Braga Cup vai juntar 90 equipas e 1800 jovens jogadores
Fundador da Casa Peixoto dá nome a Rua na Zona Industrial do Neiva

Braga Cup vai juntar 90 equipas e 1800 jovens jogadores

Espanhóis Zulu Zulu encerram primeiro ano do ciclo Terra no CIAJG

Braga Cup vai juntar 90 equipas e 1800 jovens jogadores

Desporto

2019-06-18 às 06h00

Joana Russo Belo Joana Russo Belo

Torneio de Futebol Jovem vai trazer a Braga 1800 jovens atletas provenientes de oito países, numa organização que contabiliza 244 jogos. Autarca Ricardo Rio enaltece crescimento da competição e o dinamismo em torno da cidade e região.

Muito mais do que um torneio. O Braga Cup - que se realiza entre 30 de Junho e 6 de Julho - vai juntar 90 equipas e 1800 jovens atletas de 50 clubes provenientes de oito países: Guiné Bissau, S. Tomé e Princípe, México, Brasil, Cazaquistão, Espanha, França e Portugal. Dyego Sousa, avançado do SC Braga, é o padrinho do torneio que, ao longo de uma semana de competição, que vai além dos jogos de futebol e passa também por experiências culturais e turísticas.

“O Braga Cup representa quase meio milhão de euros em volume de negócios, desde a estadia, passando pelos transportes e compras”, destacou José Manuel Pereira, responsável pela organização, lembrando que decidiram adiar a presença do “futebol feminino para a sexta edição, porque há muitos clubes a iniciar agora o projecto”.
Apresentação do torneio decorreu no auditório da AF Braga e contou com a presença do autarca Ricardo Rio e vereadores Sameiro Araújo e Altino Bessa.

“No ano passado, Braga viveu um momento de exaltação do desporto e promoção de actividades com a Cidade Europeia do Desporto. Como a nossa vereadora lembra, o ano passou, mas a tradição ficou e a cada novo mês sucedem-se novos eventos desportivos. A Braga Cup nem é um legado da CED 2018, já vai na quinta edição, mas a verdade é que este enraizamento pelo desporto é revelador do dinamismo na cidade”, realçou o presidente da câmara, lembrando ser uma “iniciativa que partiu de um grupo de cidadãos e que, de ano para ano, vai crescendo em termos de número de participantes, equipas e países representados”.

“Este evento ocorre num período morto do ponto de vista da prática desportiva competitiva o que significa que as infra-estruturas que temos são potenciadas e, através do Braga Cup, são muitos os milhares de visitantes que estão aqui a acompanhar as equipas e que ficam a conhecer a nossa cidade e levam o que de melhor a cidade tem para oferecer”, frisou o edil.

Em representação da AF Braga, o vice-presidente Pedro Sousa considerou o torneio “um património” e “uma história que começa a deixar marca, com lastro e que valoriza o futebol, a AF Braga e a cidade”.
“Estes torneios são momentos extraordinários de exaltação do que deve ser o desporto e o futebol. O futebol tem ao longo de toda a época, um carácter muito competitivo, em que se perde a essência dos valores e dos princípios e estes torneios permitem um convívio e aprendizagem muito grande, sendo marcantes para quem tem a oportunidade de participar. É muito mais do que futebol e há uma dimensão social, um impacto grande na comunidade, cultural e económico”, sublinhou Pedro Sousa, enaltecendo, ainda, a parceria com Terras de Bouro.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.