Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Braga quer ser exemplo na descarbonização
Executivo iniciou Roteiro pelas Empresas e Comércio  

Braga quer ser exemplo na descarbonização

Famalicão cria novas áreas de reabilitação urbana em Joane e no eixo Bairro - Delães

Braga

2018-09-18 às 06h00

Miguel Viana

Laboratórios Urbanos para a Descarbonização vão funcionar no próximo ano nas freguesias de S. Victor e de S. Lázaro.

A cidade de Braga vai contar, no próximo ano com um Laboratório Urbano para a Descarbonização. A estrutura, que integra o Projecto BUILD ('Braga Urban Innovation Laboratory Demonstrator’) vai funcionar nas áreas geográficas das freguesias de S. Vicente e S. Victor, em envolve vários parceiros (Universidade do Minho, INL, Centro de Computação Gráfica, Transportes Urbanos de Braga, Braval, Agere e as duas juntas de freguesia).
O objectivo é contribuir para melhorar a qualidade de vida e a mobilidade sustentável na cidade.

Os acordos de cooperação foram assinados ontem, na Câmara Municipal de Braga, numa sessão presidida pelo secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, José Mendes.
O governante revelou que o laboratório deve ver a luz do dia já no próximo ano.
“Este projecto foi desenhado para ser completado ainda no ano de 2018. Há alguns atrasos que envolvem a contratação pública, e aquilo que se está a trabalhar é arranjar uma prorrogação para o ano que vem, para a execução destes projectos”, disse José Mendes.

O secretário de Estado Ajunto e do Ambiente acrescentou que “a ideia é testar tecnologias que podem descarbonizar, quer seja nas energias renováveis, quer seja nos veículos eléctricos, na gestão da água, na eficiência energética, de forma a que essas soluções possam ser escaladas para o resto da cidade e a termos cidades mais eficientes em termos energéticos”.
O Governo reservou para este tipo de programas uma verba de 4,5 milhões de euros, cabendo ao projecto de Braga 400 mil euros, sendo que o custo total é de 800 mil euros.
O presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, o projecto traz vantagens para a cidade. “O foco central vai muito ao encontro da mobilidade. Consideramos que no contexto urbano é um dos principais problemas com que temos de lidar. Nesta iniciativa estamos a encontrar soluções para naquelas zonas da cidade (S. Lázaro e S. Victor) termos zonas menos poluídas e mais amigas do ambiente e com melhor qualidade de vida”, disse Ricardo Rio.

Um dos projectos que inclui o Laboratório para a Descarbonização, e que já está a ser implementado pela câmara de Braga é o School Bus, que transporta alunos para vários estabelecimentos de ensino, evitando a concentração de viaturas particulares junto às escolas.
O vereador do pelouro da Regeneração Urbana da Câmara de Braga, Miguel Bandeira, explicou que a área principal de intervenção é a zona da antiga fábrica da Pachanco, e que o projecto “terá de estar concluído na próxima Primavera, e que tem que dar soluções que sejam eficazes para aplicar noutros pontos do concelho.”

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.