Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Câmara de Braga delega nos TUB poderes de autoridade de estacionamento
Sá de Miranda acolhe primeira residência artística de dança

Câmara de Braga delega nos TUB poderes de autoridade de estacionamento

Corta-Mato escolar animou Escolas Braga-Oeste

Câmara de Braga delega nos TUB poderes  de autoridade de estacionamento

Braga

2019-10-21 às 06h00

José Paulo Silva José Paulo Silva

Vereação dá mais um passo na transferência da gestão do estacionamento regulado por parcómetros para os Transportes Urbanos de Braga. Mudança concretiza-se em Novembro.

A vereação da Câmara Municipal de Braga vota hoje, na sua reunião quinzenal, a delegação na empresa municipal Transportes Urbanos de Braga (TUB) dos poderes de autoridade no domínio da gestão, exploração e fiscalização do estacionamento automóvel na via pública.
A deliberação é mais um passo legal no sentido de concretizar a decisão política assumida pela actual maioria camarária de atribuir aos TUB a fiscalização do estacionamento regulado por parcómetros nas ruas da cidade, responsabilidade que a transportadora assumirá a partir de Novembro.

Na proposta apresentada pelo presidente da Câmara Municipal, Ricardo Rio, o pessoal designado pelos TUB para a fiscalização do cumprimento do código da estrada relativo ao estacionamento é equiparado a agente de autoridade administrativa, com poderes para levantar autos de notícia ou de denúncia, bem como para proceder ao bloqueio e remoção de veículos indevidamente estacionados.
Em Fevereiro último, a Assembleia Municipal de Braga aprovou a ampliação do objecto social dos TUB, permitindo “uma actuação mais abrangente da gesta?o integrada da mobilidade, dos equipamentos e das actividades desenvolvidas.”

Mais tarde, os estatutos da empresa municipal sofreram nova alteração, de forma a comportar no seu objecto social a promoção, gestão e fiscalização do estacionamento de veículos nas vias sob jurisdição do Município de Braga.
Os partidos da oposição camarária, PS e PCP, têm-se manifestado contra a transferência da gestão do estacionamento para os TUB, pelo que é de supor que hoje votem contra a proposta de delegação de poderes na transportadora municipal.
A partir do dia 1 de Novembro, os TUB assumem como receita própria o valor da tarifa cobra-da nas zonas de estacionamento regulado, a qual sofre uma redução de 1 euro para 80 cêntimos/hora.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.