Correio do Minho

Braga, sábado

- +
Colégio João Paulo II cresce em espaço mas mantém projecto educativo e valores
Plano para a Igualdade pronto até final de 2020

Colégio João Paulo II cresce em espaço mas mantém projecto educativo e valores

Regadio abre caminho a agricultura sustentável e inovadora

Colégio João Paulo II cresce em espaço mas mantém projecto educativo e valores

Ensino

2019-11-22 às 06h00

Teresa M. Costa Teresa M. Costa

Novo Pólo do Colégio João Paulo II foi ontem inaugurado. O novo espaço veio dar resposta à procura crescente das famílias que privilegiam um projecto educativo assente na excelência e em valores, à imagem do patrono.

O Colégio João Paulo II, em Braga, cresceu em número de alunos o que o obrigou a crescer em espaço com a abertura de um novo pólo que ontem foi benzido e inaugurado.
A bênção e inauguração do segundo pólo, instalado na zona do Areal, em S. Victor, contou, além dos responsáveis da Associação para o Desenvolvimento Pessoal e Social (ASDPESO) que gere o Colégio, com o arcebispo primaz, D. Jorge Ortiga, e com a vereadora da Educação do Município de Braga, Lídia Dias, entre pais e outros convidados.

O presidente da ASDPESO, Mário Paulo, referiu-se ao novo espaço como resposta aos crescentes pedidos, assumindo-o não como concorrente, mas como complemento a outros projectos existentes em Braga.
Mário Paulo criticou o Estado por não emitir o cheque-educação que permitiria a liberdade de escolha das famílias em termos de projecto de ensino.
Neste contexto, o Colégio João Paulo II substitui-se ao Estado com uma bolsa que abrange famílias carenciadas e numerosas e que se traduziu, em 2018, em apoios na ordem dos 400 mil euros que consubstanciam o princípio de ensino para todos, explicou o presidente.

Com o novo pólo, construído para responder às especificidades das crianças do berçário ao 1.º ciclo do ensino básico, o Colégio João Paulo II mantém a sua matriz católica e de valores, nomeadamente o da família. “Queremos Deus no nosso mundo, através dos valores. Queremos formar seres com humanidade, além das competências teóricas e técnicas” realçou Mário Paulo, evocando os valores defendidos pelo patrono - o Papa João Paulo II.
Antes da bênção, feita na capela do Colégio, D. Jorge Ortiga, admitiu que “não é fácil crescer” e que no caso do Colégio João Paulo II “foi necessário ousadia, coragem e acreditar”. Concretizado o crescimento em instalações, “é preciso investir no crescimento do projecto educativo” que já aposta em “promover a excelência e os valores” e que “não esconde a sua inspiração cristã e católica”.

Crescimento mostra que vai ao encontro das famílias

A vereadora da Educação, Lídia Dias, que representou o presidente da Câmara Municipal de Braga, ontem, na inauguração do novo pólo do Colégio João Paulo II, considerou que o crescimento deste projecto educativo é “sinal de que vai ao encontro de pais e encarregados de educação”.
Lídia Dias assumiu-se “adepta” da liberdade de escolha e regozijou-se com a iniciativa do Colégio de ajudar, através de bolsas, quem tem menos condições económicas e que, assim, pode usufruir deste projecto educativo que preconiza dois direitos fundamentais das crianças: o direito à família e o direito à escola.
A vereadora da Educação referiu-se também ao aumento exponencial da população em Braga nos últimos seis anos sendo que as escolas procuram, à sua medida, incluir esta diversidade de dar as melhores respostas.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.