Correio do Minho

Braga, quarta-feira

Domingos Bragança evocou soldados vimaranenses nos 100 anos do fim da 1ª Guerra Mundial
Catorze corpos de bombeiros em ‘black out’

Domingos Bragança evocou soldados vimaranenses nos 100 anos do fim da 1ª Guerra Mundial

Atletas com deficiência alertam alunos para a inclusão

Vale do Ave

2018-11-11 às 19h12

Redacção

Emmanuel Macron e Angela Merkel presidiram cerimónia emotiva na floresta de Compiègne, em França. Domingos Bragança lembrou os soldados de Guimarães no centenário do Armistício que assinalou o fim do conflito bélico. 

O Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, evocou os soldados vimaranenses que morreram durante a Primeira Guerra Mundial (Batalha de La Lys), na cerimónia oficial que assinalou, este fim de semana, o centenário da assinatura do Armistício e que reuniu, cem anos depois, na floresta francesa de Compiègne, várias figuras de Estado no panorama europeu, com destaque para o Presidente francês Emmanuel Macron e para a Chanceler alemã Angela Merkel. 
 
“A memória dos soldados portugueses e muito especial dos vimaranenses, que tombaram por uma Europa que queriam de paz, foi também hoje evocada numa cerimónia de Estado, com a solenidade que se impõe e com extremo significado para a Europa e para o Mundo”, referiu o Presidente do Município, que se associou às comemorações do centenário em Compiègne, lembrando os 1.884 soldados de Guimarães que faleceram na Batalha de La Lys e cujos restos mortais repousam no Cemitério Português de Richebourg, em França, perto da fronteira com a Bélgica. O cemitério, criado para o efeito em 1924, onde outrora passava uma trincheira portuguesa, tem elementos nacionais e é o único exclusivamente português em França, tendo no seu interior pedra e terra nacional.
 
Em 2018, no passado dia 9 de abril, cumpriram-se 100 anos da Batalha de La Lys, que decorreu na Primeira Guerra Mundial. Fazendo parte das nações beligerantes, por força da aliança Luso-Britânica, o Corpo Expedicionário Português (de onde fazia parte a Brigada do Minho que incluía soldados de Guimarães) preenchia a frente Ocidental nas Ardenas, em França. 
 
Na madrugada de 9 de abril, dá-se a última grande ofensiva alemã, que culminou em fracasso e na capitulação das forças germânicas assinada no Armistício de Compiègne, em 11 de novembro de 1918, entre os Aliados e a Alemanha, dentro de um vagão-restaurante, na floresta de Compiègne, com o objetivo de encerrar as hostilidades na frente ocidental da Primeira Guerra Mundial.
 
Guimarães na toponímia de Compiègne
Capital do Departamento do Oise, região da Picardia, Compiègne situa-se entre o Rio Oise e uma das mais extensas manchas florestais de França. Município com 250 mil habitantes, distribuídos por 53,10 quilómetros quadrados de superfície, dista 1.650 quilómetros de Guimarães, 230 de Bruxelas e 90 de Paris. A situação geográfica conferiu-lhe um papel estratégico e militar importante, tornando o Município palco de diversos marcos históricos muito significativos: captura e prisão, pelos ingleses, de Joana D'Arc (século XVI), sede do hospital e quartel-general das tropas aliadas durante a I Guerra Mundial e palco da cerimónia de assinatura do Armistício de 1918 e 1940.
 
Compiègne é uma cidade de ciência e tecnologia, devido ao dinamismo industrial, à Universidade Tecnológica e ao Centro de Investigação que dispõe. O setor económico que prevalece é o secundário, contudo, o primário tem uma forte componente económica. Em julho de 2014, a cidade francesa procedeu à inauguração de uma rotunda com o nome do concelho de Guimarães, no âmbito do protocolo de geminação estabelecido em 2006, passando a integrar a Cidade-Berço na toponímia da região gaulesa da Picardia.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.