Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Eixo Atlântico com orçamento de 4,3 milhões de euros para 2019
Banda Nova de Barroselas “assinou há 85 anos um compromisso com a cultura”

Eixo Atlântico com orçamento de 4,3 milhões de euros para 2019

Rusga de S. Vicente de Braga em mais uma visita

Eixo Atlântico com orçamento de 4,3 milhões de euros para 2019

Nacional

2018-12-04 às 07h00

Redacção Redacção

Setenta e cinco do montante será destinado ao desenvolvimento de programas, entre eles os Jogos do Eixo e a Feira de Turismo - Expocidades que terão lugar em Braga.

O Eixo Atlântico, organismo que agrega 38 municípios portugueses e galegos aprovou ontem o orçamento do próximo ano no valor 4,3 milhões de euros destinado ao desenvolvimento de relatórios, estudos e programas na eurorregião, revelou aquela entidade.
“A comissão executiva do Eixo Atlântico aprovou esta manhã a proposta da secretaria-geral para o orçamento de 2019, que ascende a 4,3 milhões de euros”, lê-se em comunicado.
No documento, o Eixo Atlântico explica que “75% deste orçamento, que deverá ser ratificado pela assembleia-geral da entidade em Fevereiro, será destinado ao desenvolvimento de programas, entre eles os Jogos do Eixo, que se realizarão em Braga em Julho, a Feira de Turismo de proximidade Expocidades, também em Braga, e a Bienal de Pintura”.
A estas actividades juntam-se ainda os trabalhos da Agência de Ecologia, a elaboração de relatórios e estudos, assim como as estratégias que desenvolve no campo das infraestruturas, internacionalização, colaboração com a América Latina e acção externa ou ainda os trabalhos para a implementação do Plano de Acção da Agenda Urbana, plano que já foi ratificado pela comissão executiva e que deverá ser agora ratificado pela assembleia-geral.
“A partir desse momento estabelecerá a posição política que cada cidade aplicará na medida dos seus interesses e necessidades”, lê-se no comunicado.
Na reunião que decorreu ontem em Pontevedra, a comissão executiva ratificou ainda a candidatura da cidade de Braga para acolher a Capital da Cultura do Eixo Atlântico em 2020, assim como o Seminário de Intercâmbio de Experiências no Âmbito da Educação em Barcelos, no segundo trimestre de 2019.
O Eixo Atlântico informou também da situação das infraestruturas com a chegada da electrificação ferroviária da Linha do Minho até Barcelos em Novembro e a previsão da sua chegada a Viana em Janeiro, tendo comunicado que, ainda este mês, os seus representantes vão reunir com o secretário-geral das Infraestruturas espanhol, Javier Izquierdo, em Madrid.
Segundo os mesmos, a reunião servirá para discutir “a situação da saída sul ferroviária de Vigo até Portugal ou as ligações interiores como é o caso da A76 e o Corredor Atlântico”.
No final da reunião, o presidente do Eixo, Alfredo García, e Aires Pereira, presidente da Lipor - Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto - assinaram um protocolo de colaboração com o objectivo de melhorar a gestão dos resíduos domésticos nos municípios do Eixo Atlântico.
Este protocolo, acrescenta o comunicado, visa ajudar as cidades no cumprimento do objectivo 2020 para a reciclagem e reutilização, tanto em Espanha como em Portugal, facilitar o acesso ao financiamento europeu e aumentar a projecção como grupo de influência em gestão de resíduos na eurorregião Norte de Portugal-Galiza.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.