Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Eixo Atlântico com orçamento de 4,3 milhões de euros para 2019
Garfe: criar um museu dos presépios é o sonho do padre Luís Fernandes

Eixo Atlântico com orçamento de 4,3 milhões de euros para 2019

Novo ano traz música e instalações ao gnration

Nacional

2018-12-04 às 07h00

Redacção

Setenta e cinco do montante será destinado ao desenvolvimento de programas, entre eles os Jogos do Eixo e a Feira de Turismo - Expocidades que terão lugar em Braga.

O Eixo Atlântico, organismo que agrega 38 municípios portugueses e galegos aprovou ontem o orçamento do próximo ano no valor 4,3 milhões de euros destinado ao desenvolvimento de relatórios, estudos e programas na eurorregião, revelou aquela entidade.
“A comissão executiva do Eixo Atlântico aprovou esta manhã a proposta da secretaria-geral para o orçamento de 2019, que ascende a 4,3 milhões de euros”, lê-se em comunicado.
No documento, o Eixo Atlântico explica que “75% deste orçamento, que deverá ser ratificado pela assembleia-geral da entidade em Fevereiro, será destinado ao desenvolvimento de programas, entre eles os Jogos do Eixo, que se realizarão em Braga em Julho, a Feira de Turismo de proximidade Expocidades, também em Braga, e a Bienal de Pintura”.
A estas actividades juntam-se ainda os trabalhos da Agência de Ecologia, a elaboração de relatórios e estudos, assim como as estratégias que desenvolve no campo das infraestruturas, internacionalização, colaboração com a América Latina e acção externa ou ainda os trabalhos para a implementação do Plano de Acção da Agenda Urbana, plano que já foi ratificado pela comissão executiva e que deverá ser agora ratificado pela assembleia-geral.
“A partir desse momento estabelecerá a posição política que cada cidade aplicará na medida dos seus interesses e necessidades”, lê-se no comunicado.
Na reunião que decorreu ontem em Pontevedra, a comissão executiva ratificou ainda a candidatura da cidade de Braga para acolher a Capital da Cultura do Eixo Atlântico em 2020, assim como o Seminário de Intercâmbio de Experiências no Âmbito da Educação em Barcelos, no segundo trimestre de 2019.
O Eixo Atlântico informou também da situação das infraestruturas com a chegada da electrificação ferroviária da Linha do Minho até Barcelos em Novembro e a previsão da sua chegada a Viana em Janeiro, tendo comunicado que, ainda este mês, os seus representantes vão reunir com o secretário-geral das Infraestruturas espanhol, Javier Izquierdo, em Madrid.
Segundo os mesmos, a reunião servirá para discutir “a situação da saída sul ferroviária de Vigo até Portugal ou as ligações interiores como é o caso da A76 e o Corredor Atlântico”.
No final da reunião, o presidente do Eixo, Alfredo García, e Aires Pereira, presidente da Lipor - Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto - assinaram um protocolo de colaboração com o objectivo de melhorar a gestão dos resíduos domésticos nos municípios do Eixo Atlântico.
Este protocolo, acrescenta o comunicado, visa ajudar as cidades no cumprimento do objectivo 2020 para a reciclagem e reutilização, tanto em Espanha como em Portugal, facilitar o acesso ao financiamento europeu e aumentar a projecção como grupo de influência em gestão de resíduos na eurorregião Norte de Portugal-Galiza.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.