Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Eixo Atlântico promove fórum para divulgar Turismo de Fronteira
Passeio de Bicicleta Dia 1 de Portugal em Guimarães, 24 de Junho

Eixo Atlântico promove fórum para divulgar Turismo de Fronteira

‘Contrafacção’ analisada em conferência em Famalicão

Nacional

2019-04-10 às 12h44

Marlene Cerqueira

A 30 de Maio, o Eixo Atlântico promove, no Auditório de São Marcos, em Braga, o I Fórum de Turismo de Fronteira, evento que antecede a realização da sua Expocidades - Feira de Turismo de Proximidade.

A 30 de Maio, o Eixo Atlântico promove, em Braga, o primeiro Fórum de ‘Turismo de Fronteira Europeu’. O evento decorre no auditório de São Marcos e visa divulgar a aposta num novo conceito turístico que visa tirar proveito da proximidade e levar os turistas a visitar os dois lados da fronteira.
A ideia que este novo conceito promove é a de convidar os turistas a que percorram a fronteira e que não se limitem a atravessá-la, uma vez que são terri- tórios com grande riqueza histórica, cultural e natural.
“O objectivo é implementar este novo conceito de Turismo de Fronteira, sendo que a nossa região é propícia para isso. Um turista pode desembarcar no aeroporto do Porto e embarcar no de Santiago de Compostela, ou vice-versa, e durante uns dias, ao longo do percurso ter oportunidade para conhecer um grande conjunto de cidades com atracções a nível de património, gastronomia, paisagens e natureza, artesanato, entre outras”, explicou Xoan Mao ao ‘Correio do Minho’.

Este conceito de Turismo de Fronteira Europeu surge no seio de duas acções financiadas com fundos europeus de cooperação: o Projecto Destino Frontera, financiado pelo POCTEP España-Portugal, e o Projecto EPICAH, financiado pelo Interreg Europe, e ambos liderados pelo Eixo Atlântico.
O EPICAH é um grupo de trabalho formado por oito regiões fronteiriças europeias, que têm vindo a reflectir e analisar propostas para a preservação do património e o seu aproveitamento turístico, desde há dois anos.
No caso do ‘Destino Fronteira’, participa o conjunto da fronteira luso-espanhola através dos sócios da Rede Ibérica de Entidades Transfronteiriças (RIET), que promove a identificação de fontes para o desenvolvimento económico e para a repovoação da fronteira com base num turismo sustentável centrado no património natural, cultural e monumental.

Em ambos os projectos, o novo conceito de Turismo de Fronteira é uma evolução do conceito ‘Dois países, um Destino’ que nasceu na euro-região Norte de Portugal - Galiza, promovido pelo Eixo Atlântico há alguns anos e que se está a espalhar a outras fronteiras europeias.
Xoan Mao refere que o evento vai contar com alguns participantes de países onde este novo conceito turístico também tem grande potencialidade, como a Grécia, a Estónia e a Hungria.
Este novo conceito desenvolve também uma estratégia baseada na preservação do património natural e cultural dos territórios de fronteira para o seu aproveitamento económico através de um turismo sustentável
Neste contexto, o Fórum de Braga é o primeiro evento desta estratégia que terá continuidade numa reunião com os novos eurodeputados, depois das eleições do próximo mês de Maio, e que se realizará em Bruxelas no mês de Novembro.

Xoan Mao revelou que nessa reunião, o Eixo Atlântico vai sensibiliza os eurodeputados para a necessidade de pressionar a Comissão Europeia para que implemente uma política europeia para o turismo e uma política europeia para o património, que não existem.
“É importante que a Comissão Europeia tenha um comissário para o Turismo que é actualmente um das principais motores da economia europeia. Existem 27 comissários e não há um comissário para o Turismo e o Património. Não se percebe isso”, refere Xoan Mao.

Expocidades de 31 de Maio a 2 de Junho

O primeiro Fórum de ‘Turismo de Fronteira Europeu’ acontece na véspera da abertura da Expocidades - Feira de Turismo de Proximidade do Eixo Atlântico, que decorre em Braga de 31 de Maio a 2 de Junho, no contexto da Semana de Turismo de Fronteira Europeu. Esta mostra foca-se no turismo de proximidade dada a relativa distância que existe entre as cidades galegas e as portuguesas e a variedade de ofertas turísticas para o visitante.
O evento chega a Braga depois de já se ter realizado em Lugo, Pontevedra, Viana do Castelo e Vila Real, a Expocidades chega a Braga na sua quinta edição.
O acesso à Expocidades é livre. O certame é inaugurado no dia 30, às 18 horas, podendo ser visitado no dia 31, das 14 às 23 horas; no dia 1 de Junho, das 14 às 23 horas; e no dia 2 de Junho: das 10.30 às 18 horas.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.