Correio do Minho

Braga, terça-feira

- +
Empresas Municipais de Braga a postos para enfrentar a greve
Banda Nova de Barroselas “assinou há 85 anos um compromisso com a cultura”

Empresas Municipais de Braga a postos para enfrentar a greve

Aldeias em Festa reúne em palco “músicos”

Empresas Municipais de Braga a postos para enfrentar a greve

Braga

2019-08-09 às 06h00

Teresa M. Costa Teresa M. Costa

Empresas Municipais de Braga TUB e Agere reforçaram as reservas de combustível para poder continuar a cumprir os seus serviços, haja ou não greve dos motoristas de matérias perigosas.

Não é a greve anunciada para 12 de Agosto, mas “o tempo indeterminado” que ela poderá durar que suscita alguma “apreensão” ao administrador da empresa municipal de Transportes Urbanos de Braga (TUB), Teotónio dos Santos.
Empenhados em cumprir todos os seus serviços, os TUB estão a reforçar as suas reservas de combustível.
“O objectivo é que não falhem os serviços” explica Teotónio dos Santos que lembra que, aquando da outra greve dos motoristas de matérias perigosas, a transportadora municipal conseguiu executar todos os serviços planeados.
Numa empresa que gasta, todos os dias, cerca de sete mil litros de combustível, é importante ter reservas, assume o admi- nistrador do TUB que admite que “o tempo indeterminado” previsto no pré-aviso de greve causa “alguma apreensão”.

Com o transporte público abrangido por serviços mínimos, está garantido o fornecimento de combustível, havendo uma “estreita ligação” com os fornecedores, aponta Teotónio dos Santos.
Também a Empresa de Águas, Efluentes e Resíduos de Braga “Agere” encheu os seus tanques de reserva de combustível, confirma o administrador, Rui Morais.
O procedimento repetiu-se na empresa multimunicipal “Braval”.
“Não vamos deixar de recolher o lixo” salvaguarda o administrador da Agere e da Braval.

“Independentemente do nível em que estão, os tanques estão a ser atestados” refere Rui Morais, dando conta da intenção de ir repondo os níveis de combustível conforme vão sendo utilizados.
O reforço das reservas serve para acautelar um eventual prolongamento da greve, cujos efeitos poderão, assim, ser minimizados, acredita o administrador da Agere.
O reforço das reservas da Agere, Braval e dos TUB serve, também, para acautelar eventuais necessidades de outras entidades, de emergência e protecção civil no concelho.

Vinte e um postos incluídos na rede de emergência

São 21 os postos de abastecimento de combustíveis que constituem a rede de emergência no distrito de Braga para os veículos em geral.
Destes 21 postos, sete localizam-se no concelho de Braga.
São eles os postos de abastecimento de combustível localizados na Rua de S. Martyinho; Avenida Frei Bartolomeu dos Mártires (dois); Avenida Imaculada Conceição; Avenida Robert Smith; Variante do Fojo e Variante de Braga (Maximinos).
Os restantes postos da rede de emergência no distrito distribuem-se pelos concelhos de Guimarães(5); Vila Nova de Famalicão (dois); Barcelos (dois); Vila Verde (dois); Esposende (um); Fafe (um) e Cabeceiras de Basto (um).

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.