Correio do Minho

Braga, sábado

Escolas e jardins de infância reduzem factura da electricidade
Vieira do Minho reclama voz com regionalização corajosa

Escolas e jardins de infância reduzem factura da electricidade

Circo de Papel traz alegria, partilha e magia ao Natal de Famalicão

As Nossas Escolas

2018-05-30 às 06h00

José Paulo Silva

Programa 'A minha escola é eficiente' foi recarregado no Dia Mundial da Energia. Alunos de mais de uma centena de estabelecimentos de ensino são incentivados a hábitos de poupança energética.

Cerca de 6 700 alunos de mais de uma centena de jardins de infância e escolas do 1.º ciclo do ensino básico do concelho de Braga estão envolvidos no projecto A minha escola é eficiente, iniciativa da Câmara Municipal de Braga que, ontem, Dia Mundial da Energia, no jardim de infância de Fradelos, ganhou novo fôlego com uma acção de sensibilização que contou com a participação do cantor Filipe Pinto.
O manual A minha escola é eficiente foi distribuído por dez estabelecimentos do Agrupamento de Escolas Trigal Santa Maria, bem como a tábua dos mandamentos da poupança energética.
Filipe Pinto, autor do hino deste projecto camarário, três dezenas de crianças que frequentam os jardins de infância e escolas do 1.º ciclo daquele Agrupamento numa sessão que contou também com a participação do Poupas, a mascote de A minha escola é eficiente.

Através de apoios para a aquisição de materiais pedagógicos e outros equipamentos, o programa A minha escola é eficiente distingue, todos os anos lectivos, os três estabelecimentos de ensino que, percentualmente, registem maiores reduções de consumo de electricidade.
Dos 109 estabelecimentos de ensino sob gestão directa do Município de Braga, 80 enviam todos os meses a contagem dos consumos de electricidade, o que permite avaliar a eficácia das medidas de eficiência energética aplicadas.
Lançado há quase cinco anos, o programa A minha escola é eficiente permitiu uma poupança de cerca de 40 mil euros na factura energética dos jardins de infância e escolas do 1º ciclo do concelho de Braga logo no primeiro ano. Esse valor reduziu nos anos seguintes, tendo-se fixado nos cinco mil euros no último ano lectivo.

O vereador do Ambiente e Energia, Altino Bessa, considerou que a contagem permite perceber o padrão de consumo de cada estabelecimento de ensino mês a mês, detectando situações anormais de gastos energéticos.
No arranque do programa foram sinalizadas situações de aquecedores que se mantinham ligados aos fins-de-semana e mesmo em períodos de férias.
Único no país, segundo Altino Bessa, o programa A minha escola é eficiente visa incutir nas comunidades escolares hábitos que promovam a redução do consumo de energia. Para que tal seja conseguido, o responsável autárquico entende ser fundamental a colaboração fundamental dos professores e dos auxiliares de educação.
Ontem, Altino Bessa deixou um apelo às cerca de três dezenas de estabelecimentos de ensino que ainda não reportam informação sobre consumo de electricidade para que o passem a fazer.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.