Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Esposende Ambiente incentiva separação de resíduos
Eco-Escolas entregam sugestões e preocupações ao Município de Braga

Esposende Ambiente incentiva separação de resíduos

“Aldeias em Festa” reúne comunidade em espetáculo inédito

Esposende Ambiente incentiva separação de resíduos

Cávado

2019-08-22 às 20h21

Redacção Redacção

Trata-se da réplica de “Barco do Pilado”, da autoria de António Palmeira, embarcação utilizada até final dos anos 70 para a apanha do pilado (caranguejo – crustáceo palybius henslowii) usado para a adubagem das terras, e que se encontra instalada na Praça dos Sargaceiros, na frente marítima de Apúlia.

Com o intuito de incentivar a separação de resíduos, uma das bandeiras estratégicas do Município de Esposende, a Esposende Ambiente, em colaboração com a Mareada – Associação Cultural, de Apúlia, disponibiliza naquela vila, durante a época balnear, um equipamento sui generis para depósito de resíduos de plástico e metal.

Trata-se da réplica de “Barco do Pilado”, da autoria de António Palmeira, embarcação utilizada até final dos anos 70 para a apanha do pilado (caranguejo – crustáceo palybius henslowii) usado para a adubagem das terras, e que se encontra instalada na Praça dos Sargaceiros, na frente marítima de Apúlia.

Na época balnear de 2018 foram recolhidas e encaminhadas para aterro sanitário cerca de 5.600 toneladas de resíduos indiferenciados, sendo que, durante o mesmo período, apenas foram recolhidas nos ecopontos cerca de 614 toneladas de resíduos para reciclagem. Assim, sob a temática “do rio ao mar sem lixo” pretende-se incentivar os banhistas, e população em geral, a melhorar a gestão dos resíduos e a reduzir a ameaça do lixo marinho, que se estima que ultrapasse as 250 000 toneladas de plástico a flutuar nos oceanos.

Na promoção desta ação de incentivo e sensibilização ambiental estiveram presentes a Vice-presidente da Câmara de Esposende e responsável pela área do ambiente, Alexandra Roeger, o Presidente do Conselho de Administração da Esposende Ambiente, Paulo Marques, o comandante do Porto de Viana do Castelo e da Estação Salva-vidas do ISN de Apúlia, o autor da obra, representantes da Associação Mareada, representantes da Junta e da Assembleia da Freguesia de Apúlia e Fão, grupo das Guias de Apúlia - Movimento de Educação e do Centro Escutista de Apúlia.

Com esta iniciativa, as entidades envolvidas implementam mais uma medida com vista ao cumprimento dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da ONU, nomeadamente o ODS 12 – Produção e Consumo Sustentáveis, ODS 14 – Proteger a Vida Marinha e ODS 17 – Parcerias para a Implementação dos Objetivos de Sustentabilidade.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.