Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Fafe apresenta equipa de mediação intercultural
Inovação e qualidade são apostas da ‘Ana Tão Gourmet e Salão de Chá’

Fafe apresenta equipa de mediação intercultural

Caminha já prepara desfile ‘famosa cegada’ para o Carnaval

Fafe apresenta equipa de mediação intercultural

Vale do Ave

2019-06-28 às 12h00

Redacção Redacção

Município apresentou projecto ‘Trilhos Interculturais’, que integra uma equipa de mediadores municipais e interculturais junto da comunidade cigana do concelho de Fafe.

O Município de Fafe apresentou o Projecto ‘Trilhos Interculturais’, que integra uma equipa de mediadores municipais e interculturais junto da comunidade cigana do concelho.
Em comunicado, a autarquia explica que o projecto assenta, por um lado, numa lógica de mediação intercultural como estratégia potenciadora da integração das populações desta comunidade, facilitando o seu acesso à educação, sucesso escolar, empregabilidade e compromisso com a saúde e, por outro lado, no aprofundamento do diálogo intercultural entre esta comunidade e a restante comunidade fafense.
Este projecto terá como principal área de acção, o Bairro da Cumieira, onde se pretende promover a integração da comunidade cigana residente no concelho, com base numa acção multi- dimensional e interinstitucional, assente em estratégias e acções promotoras da interculturalidade e na participação cívica, geradora de uma igualdade de oportunidades e coesão social no território.
Em parceria com a Sol do Ave, o Município de Fafe pretende, de acordo com Raul Cunha, presidente da câmara, “que sejam partilhadas experiências, opiniões com a comunidade cigana que, muitas vezes, é desvalorizada devido ao desconhecimento existente sobre as suas tradições”.
Em Fafe, o Bairo da Cumieira é o espaço onde está localizada um maior número de pessoas da comunidade cigana.
“O Município está a realizar a recuperação deste espaço, um dos grandes projectos que estamos a desenvolver, sendo certo que pretendemos complementar a operação de reabilitação física do Bairro, com intervenções de carácter imaterial nomeadamente através da continuidade do ‘Projecto Ei! – Educação para a Inclusão’, um projecto implementado no Bairro da Cumieira junto de crianças e jovens, bem com o desenvolvimento deste novo projecto ‘Trilhos Interculturais’, dirigido à comunidade cigana. Todos estes projectos potenciam a integração social da população carenciada e o combate às suas principais vulnerabilidades, nomeadamente a pobreza e o desemprego”, refere o edil, realçando que “o objectivo é potenciar um trabalho com toda a comunidade desenvolvendo as suas capacidades, trabalhando numa intervenção multidiscplinar”.
“Estamos muito satisfeitos por vermos o nosso concelho entre os 12 portugueses que terá uma equipa tão importante como esta”, acrescentou.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.