Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
FC Famalicão oficializou mais dois reforços no arranque dos trabalhos
Monção: Voto de louvor para militar Maria Campino por missão na República Centro Africana

FC Famalicão oficializou mais dois reforços no arranque dos trabalhos

Braga na linha da frente na concretização dos objectivos de desenvolvimento sustentável

FC Famalicão oficializou mais dois reforços no arranque dos trabalhos

Desporto

2019-07-02 às 13h13

Redacção Redacção

Dez caras novas no regresso do FC Famalicão aos trabalhos, tendo em vista a preparação da época em que os famalicense voltam a disputar a divisão maior do futebol português.

O Famalicão, recém-promovido à I Liga, começou ontem a temporada 2019/2020 com um plantel provisório de 21 jogadores, depois de nove entradas e 14 saídas. A turma minhota já contou ontem com os nove reforços, nomeadamente os defesas Lionn (ex-Chaves) e Alex Centelles (ex-Valência, de Espanha), os médios Phete (ex-Guimarães), Ofori (ex-Leixões), Guga (ex- -Benfica) e Gustavo Assunção (ex-Atlético de Madrid) e os avançados Diogo Gonçalves (ex-Benfica), Fábio Martins (ex--SC Braga) e Rúben Lameiras (ex-Plymouth, Inglaterra).
O primeiro dia de trabalho contou ainda com o defesa Konaté, júnior do clube em 2018/2019, e também com sete jogadores que se mantiveram no plantel: os guarda-redes Defendi e Ricardo Fernandes, o defesa Luís Rocha, os médios Capela, Filipe Oliveira e Fabinho e o avançado Feliz.
Já o defesa central Hugo Gomes, o médio Chicão e os avançados Walterson e Anderson, que transitam igualmente da época passada, estiveram ausentes e juntam-se ao plantel durante o dia de hoje.
Os famalicenses apresentam um plantel bastante modificado, em virtude das saídas de 14 jogadores, alguns deles habitualmente utilizados na temporada 2018/2019, nomeadamente os defesas Ricardo, Ângelo Meneses, Victor Garcia e David Luís, os médios Pathé Ciss e Deni Hocko e o avançado Fabrício, que apontou 16 golos na II Liga.
O clube viu ainda sair o treinador Carlos Pinto, responsável pelo segundo lugar e consequente subida de Divisão na época passada, e contratou, para o seu lugar, João Pedro Sousa.
O técnico, de 47 anos, regressa ao clube onde foi adjunto de Artur Jorge, em 2009/2010, e depois de ter sido adjunto de Marco Silva entre 2012 e 2019.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.