Correio do Minho

Braga, terça-feira

Festa das Colheitas de Vila Verde encerrou com grande encontro de concertinas
Cais Novo é referência da boa pastelaria no centro de Terras de Bouro

Festa das Colheitas de Vila Verde encerrou com grande encontro de concertinas

Jantar Humanitário angaria verbas para apoiar projectos da instituição

Cávado

2018-10-08 às 06h00

José Paulo Silva

CCâmara Municipal deVila Verde aposta na Festa das Colheitas como montra das potencialidades do concelho. A 27.ª edição encerrou, ontem, com milhares a assistirem a mais um encontro de concertinas.

Muitos milhares de visitantes, alojamento local e restaurantes lotados e o envolvimento de inúmeras instituições e empresas do concelho fazem a Câmara Municipal de Vila Verde apresentar “um balanço extremamente positivo” da 27ª edição da Festa das Colheitas.
Um encontro de concertinas com centenas de participantes encerrou ontem em grande mais uma edição da Feira Mostra de Produtos Regionais que teve, mais uma vez, associado um Festival Gastronómico.
Os “saberes e sabores” do mundo rural tiveram também expressão em momentos como a ‘Festa do Cogumelo’, a ‘Festa do Caurdo’, concursos de artesanato, mel, doces típicos e pecuários, ou mesmo em espectáculos musicais de raiz popular.

“O alojamento local de Vila Verde esteve completamente lotado e a restauração também. As pessoas vêm cá e voltam”, constatou o presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, António Vilela, em declarações ao Correio do Minho.
O autarca vilaverdense destacou a importância de eventos como a Festa das Colheitas, mas também o ‘Namorar Portugal’, para esbater a sazonalidade turística no concelho.
O autarca considerou que, pelas suas características e oferta, a Festa das Colheitas dá mais “notoriedade” ao concelho do que as próprias festas concelhias que se realizam em Junho.
O edil vilaverdense valorizou também a Festa das Colheitas como mostra do empreendedorismo que se manifesta no concelho, apontando o exemplo da ‘Letra- Cerveja Artesanal Minhota’ como um projecto empresarial que nasceu neste certame e que é hoje uma marca de sucesso.

O bom tempo ajudou à afluência de público ao recinto da Festa das Colheitas, numa edição que contou com a participação de 70 artesãos e 20 vendedores de produtos locais, para além de outros expositores de fumeiro, doces, vinhos e máquinas agrícolas. Muitos visitantes foram também atraídos pelos dois restaurantes, cinco tasquinhas e dois balcões de tapas.
“Este é um projecto que venceu”, declarou o presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, realçando o impacto que a Festa das Colheitas tem na economia local, associada à Rota das Colheitas, programação de eventos que percorre as freguesias do concelho, assinalando os diversos ciclos produtivos, entre os meses de Agosto e Novembro.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.