Correio do Minho

Braga,

- +
Greve: Adesão está a ser 'extraordinária' nas escolas - Fenprof
Esposende firma protocolos com FPF e AF Braga

Greve: Adesão está a ser 'extraordinária' nas escolas - Fenprof

Tebosa muito superior leva Supertaça

Ensino

2010-03-04 às 14h13

Lusa Lusa

O secretário geral da Fenprof, Mário Nogueira, considerou que a greve de hoje está a ter uma adesão 'extraordinária' entre os professores e o pessoal auxiliar das escolas e lamentou que alguns estabelecimentos se encontrem abertos 'irresponsavelmente'.

O secretário geral da Fenprof, Mário Nogueira, considerou que a greve de hoje está a ter uma adesão 'extraordinária' entre os professores e o pessoal auxiliar das escolas e lamentou que alguns estabelecimentos se encontrem abertos 'irresponsavelmente'.

'Se uma escola encerra é porque da parte do pessoal não docente houve uma adesão extraordinária. Esta greve é também significativa nos docentes', disse aos jornalistas o responsável da Federação Nacional dos Professores, à porta de uma escola de Lisboa que hoje não abriu.

Mário Nogueira considerou que algumas escolas estão hoje a funcionar 'no ato de irresponsabilidade das direções que não estão a acautelar o melhor para os alunos, uma vez que os refeitórios e outros serviços vão estar encerrados' nesses estabelecimentos de ensino.

O responsável adiantou que apenas durante a tarde será possível avançar com o número de docentes que hoje aderiram à greve, avançando no entanto que 'quase todos os concelhos têm escolas encerradas”.

A Frente Comum de Sindicatos da Administração Pública (CGTP), a Frente Sindical da Administração Pública (UGT) e o Sindicato dos Quadros Técnicos do Estado marcaram para hoje uma greve da função pública contra o congelamento salarial, o agravamento das penalizações das reformas antecipadas, questões relacionadas com as carreiras e com o sistema de avaliação.

Os sindicatos suspenderam a paralisação na região autónoma da Madeira para facilitar os esforços que estão a ser feitos para que a vida na ilha volte à normalidade, após o temporal de 20 de fevereiro.

A última greve convocada pelas três estruturas sindicais realizou-se a 30 de novembro de 2007 contra a imposição de um aumento salarial de 2,1 por cento.

*** Este texto foi escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico ***

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.