Correio do Minho

Braga, terça-feira

João Carvalho transformou IPCA numa “instituição exemplar”
Jerónimo de Sousa diz que região “ainda não recuperou da recessão”

João Carvalho transformou IPCA numa “instituição exemplar”

Reitor da UMinho alerta para cenário de crise no ensino superior

Nacional

2018-12-29 às 06h00

José Paulo Silva

Presidente da República manifestou pesar pela morte do ex-presidente do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA). Funeral de João Carvalho realiza-se hoje de manhã.

O Presidente da República lamentou ontem a morte de João Carvalho, ex-presidente do Instituto Politécnico do Cávado e Ave (IPCA). Marcelo Rebelo de Sousa considera que João Carvalho “era justamente considerado uma referência na sua área de especialidade, a contabilidade, ainda que o seu legado mais duradouro será porventura tudo aquilo que fez no IPCA”.
A nota de pesar da Presidência releva que o ex-presidente do IPCA “deixa a sua marca” num estabelecimento de ensino “ao qual se dedicou de corpo e alma, transformando-o numa instituição exemplar no ensino politécnico em Portugal”. 

A Câmara Municipal de Barcelos manifestou também pesar pela morte de João Carvalho, que considerou ser “o principal impulsionador do crescimento do IPCA e da implantação do ensino superior” no concelho, “dando um enorme contributo  para o desenvolvimento do nosso concelho e da região do Cávado e do Ave”.
A autarquia homenageou João Carvalho, em 2017, atribuindo- -lhe a medalha de honra da cidade, sublinhando que “com o seu vasto currículo, com o seu esforço e dedicação e com as capacidades invulgares de formação e de perseverança, construiu uma instituição de sucesso e de referência, mesmo quando as circunstâncias pareciam adversas”.

Regista o Município que “João Carvalho dedicou a sua vida ao IPCA, sendo-lhe reconhecidas, de entre muitas qualidades, o profissionalismo, a ética e a abnegada dedicação à causa pública”.
O Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) decretou três dias de luto académico pela morte do primeiro presidente eleito do IPCA.
O presidente do IPVC, Rui Teixeira, que é também presidente da Associação de Politécnicos da Região Norte (APNOR) sublinhou que João Carvalho “foi um dos mais notáveis fundadores do subsistema do ensino superior politécnico, um dos que melhor compreendeu a sua melhor natureza e que o mais o promoveu e melhor o construiu na sua verdadeira identidade”. Rui Teixeira destacou “o investigador de mérito, que fez escola, o verdadeiro dirigente e líder do ensino superior”. Frisa o presidente do IPVC que João Carvalho “foi, antes de mais e sobretudo, um homem bom e grande amigo, pessoal e institucional”.

A Direcção da Organização Regional de Braga do PCP registou que, “pelo empenho de dezenas de anos na fundação do IPCA e promoção do ensino, pela contribuição enquanto académico e destacado contabilista e fiscalista para a monitorização e eficiente utilização dos recursos públicos na administração local, João Carvalho constitui uma figura credora do respeito de todos os democratas.”
Também a comissão concelhia de Barcelos do Bloco de Esquerda sublinha que “pelo empenho e dedicação que sempre empregou, João Carvalho fez nascer e crescer o IPCA na nossa cidade, tornando esta instituição numa referencia nacional do ensino superior público”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.