Correio do Minho

Braga, quinta-feira

- +
José Manuel Fernandes desafia jovens para uma Europa mais forte
Câmara volta a premiar talento dos jovens

José Manuel Fernandes desafia jovens para uma Europa mais forte

Preservação e beleza do centro histórico de Braga deixa turistas encantados

José Manuel Fernandes desafia jovens para uma Europa mais forte

Vale do Ave

2019-03-25 às 20h00

Redacção Redacção

Sessão decorreu na Escola Secundária Martins Sarmento, em Guimarães

O Eurodeputado José Manuel Fernandes lançou hoje, em Guimarães, o desafio para uma participação ativa dos jovens na defesa de uma União Europeia mais forte e com melhor capacidade de intervenção para promover valores humanistas e vencer os grandes desafios que se colocam à sociedade atual e às futuras gerações.
"Mais do que nunca, hoje percebemos que num mundo global só temos força se estivermos unidos, só vencemos os desafios se derrubarmos os egoísmos e os nacionalismos. É em partilha que melhor podemos defender a nossa soberania e os nossos interesses”, afirmou José Manuel Fernandes, numa sessão sobre o futuro da UE que teve lugar na Escola Secundária Martins Sarmento.
Em defesa do lema europeu “Unidos na diversidade”, o Eurodeputado do PSD sustentou que “Portugal é um dos países com mais interesse na partilha e na possibilidade de uma intervenção integrada na UE no contexto global”.

José Manuel Fernandes deixou ainda o alerta para a evolução recente dos nacionalismos e populismos, num mundo em que se destacam figuras como Trump, Putin, Xi Jinping e Bolsonaro. Em seu entender, a UE torna-se, neste contexto, “cada vez mais fundamental no mundo para a defesa de valores humanistas, da democracia e liberdade, do desenvolvimento económico e social, da qualidade de vida dos cidadãos”.
O ‘Brexit’ e as consequências em torno da indefinição da eventual saída do Reino Unido mereceram uma atenção especial dos alunos. O Eurodeputado alertou para o facto de os jovens britânicos serem maioritariamente contra o ‘Brexit’ e a favor da manutenção na UE, mas terem optado por não votar no referendo, onde ressaltou uma campanha de desinformação sobre o que os britânicos contribuíam para a UE, omitindo-se os benefícios.

“O ‘Brexit’ evidencia os riscos de uma postura egoísta ou excessivamente nacionalista”, acusou José Manuel Fernandes, denunciando o reconhecido interesse dos britânicos nas vantagens económicas e financeiras da UE e o mercado comum, mas recusando participar da solidariedade europeia em áreas como os direitos sociais, liberdade de circulação, ambiente ou agricultura.
“Não é sozinhos, achando – erradamente – que conseguimos isolar-nos nas nossas fronteiras, que podemos defender melhor a nossa soberania e os nossos interesses. Partilha reforça soberania”, reiterou o Eurodeputado o PSD e coordernador do PPE na comissão dos orçamentos.
Como exemplo das vantagens da partilha e ação concertada dos estados europeus, apontou a luta contra a fraude, evasão e elisão fiscal, que representam um bilião de euros por ano na UE – o equivalente a sete orçamentos anuais da UE – em impostos não cobrados. A necessidade é reforçada perante desafios comuns como a luta contra as alterações climáticas, a globalização, a evolução demográfica e a baia natalidade.


Prioridade da juventude na UE

José Manuel Fernandes chamou a atenção dos jovens para as suas responsabilidades, na defesa da União Europeia como um projeto de sucesso e grandes conquistas, com particular efeito nas gerações mais jovens.
Nesse sentido, vincou que os jovens são uma prioridade nas políticas da União Europeia, suscitando o aparecimento de vários programas e o reforço dos recursos disponíveis para a juventude.
Negociador do Parlamento Europeu para os fundos no âmbito do Quadro Financeiro Plurianual 2021-2027, José Manuel Fernandes destacou que o financiamento do programa Erasmus+ poderá vir a triplicar. Direcionado para a formação, juventude e desporto, trata-se de “um dos programas mais importantes e com mais sucesso na União Europeia, com mais de 9 milhões de participantes ao longo dos últimos 30 anos”.

Apontou ainda outros programas que surgiram ao longo dos últimos anos, como “O teu primeiro emprego EURES”, que nasceu de uma proposta apresentada pelo próprio eurodeputado para um projeto-piloto que é hoje um programa de mobilidade profissional para ajudar os jovens a encontrar um emprego ou estágio num outro país da UE.
Numa sessão onde explicou o processo legislativo da UE e o funcionamento das suas instituições, José Manuel Fernandes falou ainda do programa “DiscoverEU”, que surgiu na sequência de um outro projeto que apresentou e que se traduz num interrail gratuito pelos países da UE para jovens com 18 anos.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.