Correio do Minho

Braga,

- +
Mais três reforços apresentados no regresso do Gil Vicente à luta
Saneamento público em Gondiães, Torneiro e Samão

Mais três reforços apresentados no regresso do Gil Vicente à luta

Estacionamento reordenado na Rua de São Geraldo

Mais três reforços apresentados no regresso do Gil Vicente à luta

Desporto

2019-07-03 às 06h00

Carlos Costinha Sousa Carlos Costinha Sousa

Galos deram início à preparação da próxima temporada, que marca o regresso à luta na I Liga, oficializando também mais três reforços. Vítor Oliveira admite as dificuldades do novo desafio.

Relvados do mítico Estádio Adelino Ribeiro Novo receberam, ontem, o regresso do Gil Vicente Futebol Clube aos trabalhos, no início da preparação da temporda 2019/2020, histórica com o regresso dos gilistas à divisão maior do futebol nacional.
Um regresso que se configura como um processo difícil, lento e muito trabalhoso, como admitiu o timoneiro dos gilistas, Vítor Oliveira, contratado pelo clube para assumir a equipa neste regresso. “Está a ser difícil preparar este projecto, mas sabíamos que ia ser assim. É uma situação que penso ser inédita no futebol português: construir uma equipa praticamente de raiz, para um clube que está afastado há uns anos dos grandes palcos. O mercado não está fácil, mas pensamos que agora com o início dos trabalhos das diversas equipas, os preços vão ficar mais equilibrados e poderemos conseguir ainda os reforços que pretendemos”, considerou o experiente treinador, acrescentando ainda que o plantel está “longe do que é pretendido”, mas que o trabalho continua a ser feito para “construir o plantel competitivo que queremos”.
Apesar das dificuldades, Vítor Oliveira admite que este é “um desafio muito aliciante, motivador, diferente do que temos feito nos últimos anos. O que o torna de aliciante, mas também de grande responsabilidade. Sabemos que vamos ter muitas dificuldades ao longo da época”, reforçando a ideia de que, mesmo com todas as vicissitudes deste processo, não “passa pela cabeça que o Gil Vicente possa ser o bombo da festa neste campeonato. Sabemos que a voz do povo diz isso, mas o Gil não o vai ser, de certeza absoluta”.
No regresso aos trabalhos, os gilistas confirmaram três novos reforços: o defesa Arthur (ex- -Ferroviária) e os avançados Erick (SC Braga) e Sandro Lima (Grémio Anapolis). Mas Dito, o novo director técnico dos gilistas, afirmou que não são os últimos jogadores a chegar: “este regresso à I Liga acontece num contexto muito difícil. Obrigou-nos a um grande esforço em vários aspectos, desde a questão financeira, à questão da construção de um plantel para uma liga tão competitiva e exigente como a I Liga. Dois novos jogadores chegam durante esta semana e depois, em princípio, faltam mais dois para encerrar o plantel e fazer os reajustes que o mister entender necessários”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.