Correio do Minho

Braga, segunda-feira

- +
Meios aéreos combatem incêndios em vários locais
Café Snack Bar Porta Nova cativa pelo espaço, iguarias e preços simpáticos

Meios aéreos combatem incêndios em vários locais

Ignácio convida a fazer boa refeição com muita história

Meios aéreos combatem incêndios em vários locais

Casos do Dia

2019-09-08 às 10h19

Patrícia Sousa Patrícia Sousa

Durante o dia de ontem foram muitos os incêndios que deflagraram em vários concelhos da região. Meios aéreos ajudaram operacionais no terreno. Fotos: Vítor Vasconcelos

Centenas de operacionais foram ajudados por meios aéreos em incêndios que deflagraram, durante o dia de ontem, nos concelhos de Valença, Paredes de Coura, Vila Verde, Cabeceiras de Basto, Guimarães, Fafe e Braga.
O concelho de Valença foi o mais afectado ontem pelos fogos. Só em Tuído, na União de Freguesias de Gandra e Fraião, chegaram a estar 70 operacionais com 17 viaturas e a ajuda de cinco meios aéreos. O incêndio começou por volta das 15 horas e ao início da noite continava a ser combatido. Ainda em Valença, outro fogo na mesma união de freguesias, mas na zona de Picões deu que fazer aos bombeiros a partir das 4.24 horas, tendo chegado a estar no local 52 operacionais com 20 viaturas. Também em Cerdal, ainda em Valença, outro incêndio ‘chamou’, às 15.49 horas, 13 elementos dos bombeiros, que seguiram em quatro viaturas.

No Alto Minho, os bombeiros estiveram ainda ‘a braços’ com incêndios em Resende, no concelho de Paredes de Coura. O incêndio, que começou às 15.49 horas, acabou por mobilizar um meio aéreo, tendo estado ainda no local 15 bombeiros com três viaturas.
Já no distrito de Braga, o concelho de Fafe foi o mais fustigado no dia de ontem com incêndios na Queimadela e em Ribeiros, que começaram com cerca de 15 minutos de diferença. Na Queimadela chegaram a estar 21 elementos com três viaturas, ajudados ainda por um meio aéreo. Em Ribeiros, ao início da noite, ainda estavam no local do incêndio 31 bombeiros acompanhados por cinco viaturas e um meio aéreo.

Também com um meio aéreo no local a ajudar estiveram os bombeiros a combater um incêndio em Brito, no concelho de Guimarães. O fogo começou às 18 horas e mobilizou 20 operacionais e três viaturas.
Ainda em Cabeceiras de Basto, também outro incêndio teve a intervenção de um meio aéreo, sendo que foram ainda para o local, às 15.39 horas, 33 bombeiros e sete viaturas.
Em Atiães, Vila Verde, também foi necessária a intervenção de um meio aéreo. Já em Palmeira, no concelho de Braga, outro incêndio, mobilizou, por volta das 15.48 horas, 25 bombeiros e sete viaturas.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.