Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
Monte do Parque das Termas já tem outra vista e convida à fruição
Presidente da Câmara recebeu caloiros do IPVC e apelou à participação dos jovens na vida da cidade

Monte do Parque das Termas já tem outra vista e convida à fruição

Rio não vê vantagem na criação de Ministério da Coesão Territorial

Monte do Parque das Termas  já tem outra vista e convida à fruição

Vale do Ave

2019-07-21 às 09h30

Teresa M. Costa Teresa M. Costa

Foi inaugurada ontem a primeira fase de requalificação do “monte” do Parque das Termas, em Vizela, que devolve esta área à fruição dos vizelenses, graças a uma parceria que juntou Município, Junta de Freguesia das Caldas e Companhia dos Banhos.

Estamos aqui para mudar o coração, a alma e o pulmão de Vizela”. O objectivo foi reafirmado ontem pelo presidente da Câmara Municipal, Victor Hugo Salgado, na inauguração da obra de requalificação do “monte” do Parque das Termas.

O edil vizelense começou por reconhecer que intervir no Parque das Termas, na Praça da República/Jardim Manuel Faria e no Monte de S. Bento das Pêras são “obras difíceis por “mexerem com o que os vizelenses mais gostam”, mas também garantiu que, com o executivo que lidera, “as obras vão ser feitas”.
No Parque das Termas, foi inaugurada ontem a primeira fase de uma obra que envolve o Município, a Junta da União de Freguesias de Caldas de Vizela (S. João e S. Miguel) e a Companhia dos Banhos, esta última proprietária do espaço.

Antes de apresentar a intervenção realizada no “monte”, Victor Hugo Salgado historiou os problemas de prostituição, toxicodependência e de vandalismo que assolavam a zona e que “todos os dias entravam pela porta da Câmara” com o risco acrescido de se propagarem ao resto do Parque das Termas.
A necessidade de uma intervenção de fundo juntou as três entidades com Victor Hugo Salgado a elogiar a dedicação do presidente da Junta desta União de Freguesia, Mário José Oliveira e a sua crença de que o projecto era possível de concretizar.

O presidente da Câmara também fez questão de agradecer à Companhia dos Banhos de Vizela por toda a abertura para a intervenção, e ainda aos técnicos do Município, em particular os da área do Ambiente e das Obras Municipais, que fizeram a diferença pela dedicação ao projecto, à obra e ao seu acompanhamento e pela preocupação constante associada a algumas dificuldades.

Sobre a obra ontem inaugurada, Victor Hugo Salgado descreve-a como “um primeiro passo, mas um passo de gigante” que incluiu a terraplanagem, uma primeira fase de reflorestação e construção de uma plataforma que vai facilitar o acesso de camiões e na instalação de palcos, permitindo “dar vida ao Parque das Termas”,
A intervenção incluiu a criação de acessos pedonais e a recuperação do coreto.
Mário José Oliveira anunciou: “muitos mais passos iremos dar no futuro” manifestando a disponibilidade para continuar a trabalhar “para o bem-estar de Vizela e dos vizelenses”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.