Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Património Arquitetónico e Cultura(s) dão mote a tertúlia em Esposende
Saber sofrer para sorrir no final

Património Arquitetónico e Cultura(s) dão mote a tertúlia em Esposende

Gerações lança campanha solidária para apoiar associações concelhias

Cávado

2018-12-05 às 20h21

Redacção

Em julho passado, foi inaugurada a exposição “Arquiteturas do Concelho. Esposende entre o Atlântico e as suas terras” com fotografias do arquiteto António Menéres, resultantes do projeto “Inquérito à Arquitetura Regional Portuguesa”, realizado entre 1956 a 1960 e que consistiu no levantamento de toda a arquitetura popular do país.

A Câmara Municipal de Esposende vai promover, na próxima sexta-feira, 7 de dezembro, no Museu Municipal de Esposende, uma sessão, com entrada livre, que inclui a visita à exposição, a tertúlia “Património Arquitetónico e Cultura(s) e a apresentação e distribuição aos presentes do catálogo da Exposição “Arquiteturas do Concelho”. Participam no debate o presidente da Câmara Municipal, Arq. Benjamim Pereira, o Arq. João Carlos Santos, da Direção Regional da Cultura do Norte, o Arq. João Paulo Rapagão, professor da Universidade Lusíada, o Arq. António Menéres, Comissário Científico da Exposição e o Arq. Paulo Guerreiro, Comissário da Exposição.
Em julho passado, foi inaugurada a exposição “Arquiteturas do Concelho. Esposende entre o Atlântico e as suas terras” com fotografias do arquiteto António Menéres, resultantes do projeto “Inquérito à Arquitetura Regional Portuguesa”, realizado entre 1956 a 1960 e que consistiu no levantamento de toda a arquitetura popular do país.
Além do debate com o autor da exposição fotográfica, a tertúlia reunirá dois vultos da arquitetura portuguesa, João Rapagão, vencedor do prémio da 3ª Bienal Internacional de Arquitetura, realizada em 1997, em São Paulo, pelo projeto da Biblioteca Municipal de Torre de Moncorvo, instalada no Solar dos Távoras, e João Carlos dos Santos, coordenador do setor de Obras, Conservação e Restauro da Direção de Serviços dos Bens Culturais da Direção Regional da Cultura do Norte e autor do projeto de Recuperação e Reabilitação do Noviciado, Ala Sul e Claustro do Refeitório do Mosteiro de S. Martinho de Tibães, em Braga.
Este regresso a Esposende do arquiteto António Menéres apresenta reflexos do passado, através de interpretações significativas, onde a arquitetura e o efeito social cruzam o mundo rural, as suas texturas fundidas com as gentes e geografias locais.
A exposição, que se mantem aberta ao público, está dividida em seis módulos principais: Território Histórico, Arquiteturas Rurais, Arquitetura Religiosa, Sargaceiros e Abrigos, Banho Santo e Esposende Hoje.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.