Correio do Minho

Braga, sexta-feira

- +
PJ detém dois por suspeita de atear fogos
Braga na linha da frente na concretização dos objectivos de desenvolvimento sustentável

PJ detém dois por suspeita de atear fogos

Associação Cultural da região de Cacheu recebida na Câmara Municipal de Viana do Castelo

PJ detém dois por suspeita de atear fogos

Casos do Dia

2019-09-10 às 06h00

Redacção Redacção

A Polícia Judiciária deteve uma mulher em Ponte da Barca e um homem em Arcos de Valdevez pela presumível autoria de incêndios registados na região do Minho.

A Polícia Judiciária (PJ) deteve uma mulher de 65 anos, em Ponte da Barca e um homem de 64 anos, em Arcos de Valdevez, pela presumível autoria de incêndios florestais perpetrados na região do Minho.
A mulher foi detida alegadamente por ter provocado um incêndio em Lavradas, Ponte da Barca, distrito de Viana do Castelo, anunciou aquela força policial.
Em comunicado, a PJ refere que o incêndio consumiu uma área de 200 metros quadrados de floresta, “não tendo atingido outras proporções devido à pronta intervenção de populares e dos bombeiros, que rapidamente extinguiram o fogo, antes de atingir habitações situadas nas proximidades e uma área florestal mais extensa”.

Segundo a PJ, a detida, doméstica e residente na freguesia onde ocorreu o incêndio, “ateou o fogo motivada por um quadro de vingança”.
Presente a tribunal, foi-lhe aplicada a medida de apresentações bissemanais no posto policial da sua área da sua residência.
O juiz mandou ainda efectuar uma perícia psiquiátrica à arguida para aferir da eventual necessidade de ser decretado o seu internamento.

O outro homem foi detido pela PJ por ter presumivelmente provocado um incêndio florestal precisamente em Padreiro Sana Cristina, Arcos de Valdevez e vai aguardar julgamento em prisão preventiva.
Em comunicado à imprensa, a PJ refere que o incêndio consumiu uma área de 500 metros quadrados de ervas e arbustos, “não tendo atingido outras proporções devido à pronta intervenção de populares e dos bombeiros, que rapidamente extin- guiram o fogo, antes de atingir uma habitação situada nas proximidades”.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.