Correio do Minho

Braga, quinta-feira

Procissão em honra de São José encheu ruas da Póvoa de Lanhoso
JC Group com boas expectativas para a Serra da Estrela

Procissão em honra de São José encheu ruas da Póvoa de Lanhoso

Novo tratamento para o cancro da mama vence bolsa de investigação da Liga Portuguesa Contra o Cancro e Escola de Medicina da UMinho

Cávado

2019-03-20 às 06h00

Lurdes Marques

PONTO ALTO do programa religioso das festas em honra de S. José, a procissão solene saiu à rua, ontem à tarde, e atraiu uma multidão de fiéis e de curiosos que encheram as ruas da vila de Póvoa de Lanhoso.

A procissão em honra de S. José, que decorreu na tarde de ontem, continua a ser momento ímpar dos festejos em honra do santo padroeiro da Póvoa de Lanhoso. As paróquias apresentaram-se no cortejo religioso com o andor dos santos padroeiros e as suas bandeiras, num momento que trouxe uma multidão às terras da Maria da Fonte.
As ruas da vila encheram-se de pessoas, num dia em que o bom tempo foi a tónica dominante. A curiosidade reinava, com muitos dos presentes a mostrarem-se ansiosos para ver o andor da sua paróquia. De câmara fotográfica em punho, ou através do telemóvel, registavam a passagem dos vários andores.
Em dia de feriado municipal, aos povoenses juntaram-se muitos curiosos, vindos de concelhos vizinhos. “Olha que bonito. Que flores tão bonitas”, ouvia-se na multidão, que se concentrava nas principais artérias da vila.
Com 33 andores, adornados a flores naturais, a procissão de S. José, que saiu à rua pelas 16 horas, é o momento alto do cartaz religioso. A sua dimensão e beleza são o cartaz de visita que traz à vila da Póvoa de Lanhoso milhares de pessoas. S. José é a festa do povo, feita com as gentes da terra e para as gentes da terra.
À Câmara Municipal juntam-se a Juntas de Freguesias, as paróquias e as associações do concelho. Todos juntos para trazer a público um cartaz que orgulhe o concelho. Fanfarra dos Escuteiros de Garfe e as Bandas de Música de Calvos e dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso acrescentaram grandiosidade ao momento.
Pelas ruas da vila desfilaram os andores das 29 paróquias, aos quais se juntaram os andores do Menino Jesus, de S. Marçal (Bombeiros Voluntários), de Nossa Senhora da Misericórdia (Santa Casa da Misericórdia), e a finalizar o andor de S. José, o santo padroeiro do concelho, transportado em ombros pelos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso, que lhe prestaram também guarda de honra.
Mais de cem figurantes deram um colorido ainda maior à cerimónia, que contou com a presença das associações do concelho, confrarias, escuteiros, juntas de freguesia, Câmara e a Assembleia Municipal, assim como do poder religioso do concelho.
O cortejo foi acompanhado pelas Banda de Música de Calvos e dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso.
“Gostei muito de ver a procissão. Os andores estavam muito bonitos. Nunca tinha assistido. Foi uma amiga que mora aqui na vila que me convidou. É uma procissão muito grande. Acho que nunca vi uma procissão tão grande”, revelou Carla Santos, que se encontrava na Praça Engenheiro Armando Rodrigues a assistir à passagem dos andores.
A cerimónia do hastear das bandeiras e a missa em honra de S. José marcaram também o dia grande dos festejos, que culminam a 22 de Março.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.