Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Projecto Educativo Local quer articular trabalho entre parceiros
Barcelos contemplado com verba até 500 mil euros para combater pobreza  

Projecto Educativo Local quer articular trabalho entre parceiros

Arcos de Valdevez em encontro com representantes dos Parques Nacionais dos Estados Unidos da América

Braga

2019-04-20 às 08h16

Patrícia Sousa

Proposta vai ser apresentada em reunião do executivo, marcada para a próxima terça-feira. Projecto Educativo Local pretende dar estratégia às dinâmicas educativas desenvolvidas em todo o concelho.

Democratização da Educação, inclusão e integração, cooperação, articulação e sustentabilidade ao nível do desenvolvimento educativo são os objectivos estratégicos do Projecto Educativo Local, que vai a votos na próxima reunião do executivo camarário de Braga, que está marcada para a próxima terça-feira.
O Projecto Educativo Local assume-se como “um instrumento de trabalho de apoio à gestão e decisão, com apresentação de informação referente às várias iniciativas que visam complementar a actividade diária desen- volvida nas escolas e respectivos planos anuais de actividades, tendo por base o necessário enquadramento nas orientações legislativas nacionais, na Carta das Cidades Educadoras, nos eixos estratégicos definidos na Carta Educativa Municipal e numa política de articulação com vários parceiros, em múltiplos domínios de actuação”, pode ler-se na proposta, assinada pela vereadora da Educação da Câmara Municipal de Braga, Lídia Dias.
Com parecer favorável à aprovação da proposta do Conselho Municipal de Educação de Braga, o documento confere um “sentido estratégico às dinâmicas educativas desenvolvidas no território, através da promoção atempada dos projectos educativos, contribuindo, em conjunto com os estabelecimentos de ensino, para a concretização dos seus próprios projectos e para a superação dos respectivos objectivos”.
Lê-se ainda na proposta, que nesse documento “é possível identificar projectos, público-alvo, objectivos, calendarização e contactos da organização”. Entende-se que desta forma, se estará “a facilitar o processo de obtenção de informação, de divulgação de iniciativas, agilizando agendamentos e contactos com as entidades organizadoras, ao mesmo tempo que se reduz a quantidade de abordagens aos estabelecimentos de ensino”, acrescenta a mesma proposta.
O Projecto Educativo Local foi desenvolvido em parceria com o Instituto de Educação da Universidade do Minho (UMinho), sob coordenação cientifica de Leonor Torres e Fernanda Madins e apoio técnico da Divisão de Educação, tendo sido ainda alvo de pareceres de José Augusto Pacheco do Instituto de Educação da UMinho e de Jorge Martins da Universidade Lusófona do Porto.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.