Correio do Minho

Braga, segunda-feira

Póvoa de Lanhoso assinalou o Dia Internacional das Cidades Educadoras
Endiabrado Henry marca quatro na goleada sobre o CD Mafra

Póvoa de Lanhoso assinalou o Dia Internacional das Cidades Educadoras

Associação Gerações vai apostar na formação para qualificar serviços

Cávado

2018-12-05 às 21h34

Redacção

O programa para este dia começou com a interpretação do hino das Cidades Educadoras por alunos/as do ensino articulado da música do Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio, seguida da leitura da Declaração das Cidades Educadoras. Crianças da educação pré-escolar participaram também na criação da árvore da Cidade Educadora. A finalizar, realizou-se uma visita à exposição dos trabalhos efetuados pelas crianças do concelho no âmbito da Igualdade/ Diversidade, dos Direitos da Criança e da Cidade Educadora.

A Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso assinalou o Dia Internacional das Cidades Educadoras, 30 de novembro, com o lema “Tecer redes solidárias”.
A comemoração realizou-se no Theatro Club. Representantes das entidades presentes (aquelas que, no passado ano, foram reconhecidas por contribuírem para que a Póvoa de Lanhoso se assuma como uma Cidade Educadora) foram desafiados/as a participar na construção de uma tela, na qual expressaram o seu compromisso para que a Póvoa de Lanhoso continue cada vez mais a afirmar-se como uma Cidade Educadora. A Vice-Presidente e Vereadora da Educação, Gabriela Fonseca, participou na iniciativa, agradecendo a todos/as pelo contributo diário e contínuo para uma Cidade cada vez mais Educadora.
O programa para este dia começou com a interpretação do hino das Cidades Educadoras por alunos/as do ensino articulado da música do Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio, seguida da leitura da Declaração das Cidades Educadoras. Crianças da educação pré-escolar participaram também na criação da árvore da Cidade Educadora. A finalizar, realizou-se uma visita à exposição dos trabalhos efetuados pelas crianças do concelho no âmbito da Igualdade/ Diversidade, dos Direitos da Criança e da Cidade Educadora.
De lembrar que 30 entidades do concelho assumiram o pacto local pela Cidade Educadora, tecendo assim redes solidárias de ação. Nesta comemoração, estiveram presentes representantes da Santa Casa da Misericórdia da Póvoa de Lanhoso, da Associação de Apoio aos Deficientes Visuais do Distrito de Braga, da ASSIS, da Em Diálogo, do Centro Social Teresiano de Verim, da Comissão de Melhoramentos de Santo Emilião, do Centro Social e Paroquial de S. Gens de Calvos, do Centro Social e Paroquial de Garfe; do Núcleo Póvoa de Lanhoso do CNE, da Gen Mundus; do Rotary Club – Universidade Sénior; da Comissão de Proteção de Crianças e Jovens; da GNR; do Sport Clube Maria da Fonte; do Grupo Desportivo de Monsul; da Escola de Futebol “O Fintas”; da Associação Cultural, Recreativa e Desportiva de S. Pedro de Serzedelo; da Banda Musical de Calvos; da Banda Musical dos Bombeiros Voluntários da Póvoa de Lanhoso; da Unida de Cuidados à Comunidade Coração do Minho; da EPAVE; do Agrupamento de Escolas Gonçalo Sampaio; da Associação de Pais e Encarregados de Educação dos Alunos da Escola EBI Ave; da Associação de Pais da EB1/JI Póvoa de Lanhoso e da própria Câmara Municipal da Póvoa de Lanhoso.
A Póvoa de Lanhoso recebeu o certificado de adesão à rede territorial portuguesa de Cidades Educadoras em junho de 2016 na Argentina. Uma Cidade Educadora é aquela que, para além de suas funções tradicionais, reconhece, promove e exerce um papel educador na vida dos sujeitos, assumindo como desafio permanente a formação integral de seus habitantes.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.