Correio do Minho

Braga, sexta-feira

Quatro anos e meio de prisão para casal por falsos peditórios
Câmara recupera lagos da Praça do Município – Fórum Vizela

Quatro anos e meio de prisão para casal por falsos peditórios

Ricardo Rio no lançamento de plataforma digital dos ODS

Casos do Dia

2018-07-18 às 06h00

Redacção

Casal foi condenado a quatro anos e meio de prisão por falsos peditórios. O terceiro arguido foi condenado a três anos de cadeia com pena suspensa.

O Tribunal de Guimarães condenou ontem um casal de Vila Nova de Famalicão a quatro anos e seis meses de prisão, por falsos peditórios.
Além do casal, que aguardava julgamento em prisão preventiva, também foi condenado um ex-funcionário público, a três anos de cadeia, com pena suspensa.
Segundo a acusação, o casal terá montado um esquema de angariação de donativos em nome de associações fictícias com histórias de crianças doentes que necessitariam de tratamento no estrangeiro.
Além da pena de prisão, o casal terá ainda de pagar 262.075 euros ao Estado. O terceiro arguido, que fazia a cobrança dos donativos, terá de pagar 6050 euros.

Segundo a informação veiculada na altura da detenção, pela PSP, o ‘modus operandi’ do grupo consistia em previamente contactar telefonicamente pessoas, utilizando o nome de uma das associações, e depois tentar obter a doação de dinheiro.
Após confirmação do interesse das potenciais vítimas na doação, era combinada a entrega de dinheiro, contra a entrega de um recibo no valor da doação e em nome da associação.
As chamadas telefónicas eram efectuadas por jovens mulheres, contratadas por períodos de curta duração, cerca de três semanas a um mês.

A maioria das vítimas procedia à entrega mensal das quantias acima referidas, motivo pelo qual muitas das vezes nem questionavam mais o destino da doação, tanto mais que a maior parte das vítimas eram pessoas aposentadas ou de meia-idade”, acrescentava a Polícia.
A investigação foi despoletada por uma denúncia feita à PSP.

Deixa o teu comentário

Usamos cookies para melhorar a experiência de navegação no nosso website. Ao continuar está a aceitar a política de cookies.

Registe-se ou faça login

Com a sessão iniciada poderá fazer download do jornal e poderá escolher a frequência com que recebe a nossa newsletter.




A 1ª página é sua personalize-a

Escolha as categorias que farão parte da sua página inicial.

Continuará a ver as manchetes com maior destaque.